Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Divulgação/CMVE
Cidade
Vereadores solicitam diminuição de salário de CC’s ligados à mesa diretora
Saiba qual a remuneração de cada cargo que poderá ser atingido pela proposta
Leandro Vesoloski
por  Leandro Vesoloski
15/04/2021 14:26 – atualizado há 1 mês
Continua depois da publicidadePublicidade

Um requerimento de autoria dos vereadores Claudemir de Araújo (PTB) e Émerson Schelski (PSDB) foi protocolado na secretaria da Câmara de Vereadores solicitando diminuição do valor recebido por cargos em comissão que recebem altos salários no legislativo Erechinense. Os vereadores requerem ainda a criação de um teto salarial para as funções, abaixo do valor recebido como subsídio pelos vereadores e a equiparação aos proventos de assessor parlamentar.

Os cargos que serão atingidos pela redução proposta são o de diretor geral, diretor legislativo, diretor administrativo, diretor de comunicação, coordenador da TV Câmara, consultor jurídico, chefe de gabinete da presidência, e assessor de comunicação social.

Na justificativa os vereadores Araújo e Schelski alegam que esse é um debate antigo e que não pode ser postergado. Eles citam como exemplo o município de Lapa no Paraná e encaminham o requerimento com objetivo de construir a reforma necessária afim de diminuir privilégios e criar, de forma justa e ética, um teto salarial aos cargos comissionados. Os autores do pedido alegam ainda que muitos desses cargos recebem valores iguais ou superiores ao subsídio recebido pelos parlamentares da casa. 

Claudemir de Araújo e Émerson Schelski citam ainda como justificativa o respeito com o dinheiro público e enfatizam o momento de recesso econômico causado pela COVID-19 que assola a nação e o município.

Veja quanto ganha cada cargo em comissão atingidos pela proposta:

  • Diretor Geral da Câmara: R$ 8.529,77
  • Diretor Legislativo: R$ 7.725,33
  • Diretor Administrativo: R$ 7.725,33
  • Consultor Jurídico: R$ 8.529,77
  • Diretor de Comunicação: R$ 7.725,33
  • Coordenador da TV Câmara: R$ 6.388,65
  • Assessor de Comunicação: R$ 6.388,65

As  funções comissionadas que poderão ser atingidas pela proposta representam um custo de 53.012,83 ao mês e cerca de R$ 700 mil ao ano aos cofres públicos.

Os cargos em comissão que recebem altos salários na câmara de vereadores de Erechim são indicados pelos partidos que compõe a mesa diretora da casa. Atualmente fazem parte da mesa a Presidente Ana Oliveira (MDB), Vice-Presidente Juarez Bernardi (PSB), 1ª Secretaria Sandra Picolli (PCdoB), 2º secretário Claudemir de Araújo ( PTB).

O requerimento foi protocolado nesta quinta-feira e deverá ir a plenário após o trâmite legal na Câmara de Vereadores.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...