Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Divulgação
Cidade
Programa Municipal de Educação Fiscal projeta atividades para o ano de 2021
A comissão instituída para o programa conta com técnicos das duas pastas envolvidas, a Secretaria da Fazenda e a Secretaria de Educação.
Ascom
por  Ascom
12/04/2021 11:12 – atualizado há 1 mês
Continua depois da publicidadePublicidade

A nova comissão instituída para o Programa Municipal de Educação Fiscal (PMEF), esteve reunida na última semana, organizando e projetando atividades para o ano de 2021. A comissão conta com técnicos das duas pastas envolvidas, a Secretaria da Fazenda e a Secretaria de Educação.

O programa instituído através da Lei Nº 5.513/2013, tem objetivo de prestar informações aos cidadãos quanto à função socioeconômica dos tributos, levar conhecimentos aos cidadãos sobre a administração pública, alocação e controle dos gastos públicos, incentivar o acompanhamento, pela sociedade, da aplicação dos recursos públicos, criar condições para uma relação harmoniosa entre o município e o cidadão e promover ações integradas de combate à sonegação fiscal.

Entre as ações realizadas, estão atividades com estudantes do Sistema Municipal de Ensino, que mesmo em atividades remotas, tem recebido conteúdos relacionados ao tema e também programas com a Secretaria Estadual da Fazenda, Tribunal de Contas e Observatório Social. Além disso, o projeto também tem intuito de incentivar a compra de produtos de empresas locais e também da criação do habito de pedir a nota fiscal nas compras de mercadorias e na contratação de serviços, orientando previamente os cidadãos erechinenses que aprovam projetos de reformas e construções, para que estes solicitem as notas fiscais de todas as empresas e profissionais que trabalham na execução da obra.

“Nosso programa segue tendo continuidade para criar hábitos ficais na sociedade, para que principalmente, elas desenvolvam a cidadania e o hábito de pedir as notas fiscais”, explica o presidente do programa, Claudionor Dassoler.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...