Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Economia
DetranRS propõe que valores não ressarcidos do DPVAT fiquem como crédito para 2021
Mais de 500 mil proprietários de veículos do RS quitaram o seguro antes da decisão do STF que reduziu os valores.
Rádio Guaíba
por  Rádio Guaíba
15/01/2020 22:13 – atualizado há 1 mês
Continua depois da publicidadePublicidade

O DetranRS encaminhou proposta, nesta quarta-feira, à seguradora Líder, que administra o seguro obrigatório Dpvat, para que os valores não ressarcidos pela empresa fiquem como crédito para o exercício de 2021. Proprietários de veículos que pagaram o seguro antes da redução começaram a solicitar o reembolso a partir de hoje por meio de um site específico para esse fim. Para quem não o fizer, a proposta do DetranRS é que o valor pago a maior possa ser abatido do seguro no ano que vem.

Mais de 500 mil proprietários de veículos do RS quitaram o Dpvat entre segunda e quinta da semana passada, antes da decisão do Superior Tribunal Federal que reduziu os valores. Com isso, voltaram a valer as tarifas menores, determinadas no fim do ano passado, pelo Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP), sob a alegação de que a Líder dispõe de um fundo de quase R$ 9 bilhões e, por isso, deve usar esse recurso prioritariamente para custear os gastos com acidentes.

Para carros, o Dpvat caiu a R$ 5,23 e, para motos, a R$ 12,30. Os valores praticados no ano passado haviam sido de R$ 16,21 e R$ 84,58, respectivamente. A redução chega a 68% e 86%, nesse mesmo comparativo.

A preocupação do DetranRS é que muitas pessoas possam enfrentar dificuldades técnicas no site, não ter a conta bancária em nome próprio (exigida para a restituição) ou optar por não solicitar.

Restituição

A seguradora exige, para a restituição, que o contribuinte informe CPF ou CNPJ, Renavam do veículo, e-mail e telefone de contato, data do pagamento feito a maior e valor pago. Como o crédito vai ser feito por meio de depósito, exclusivamente na conta do proprietário, é preciso informar, também, o banco, agência e conta corrente ou conta poupança.

O site da Líder recebe somente pedidos de restituição da diferença de valores pagos a mais no que se refere ao seguro de 2020. Para o proprietário que, por alguma outra razão, pagou o seguro Dpvat 2020 duas ou mais vezes, a solicitação da restituição deve ser feita em https://www.seguradoralider.com.br/Contato/Duvidas-Reclamacoes-e-Sugestoes.

Reclamações

A Superintendência de Seguros Privados (Susep) também criou um canal exclusivo para reclamações referentes à restituição do seguro Dpvat. Pagamentos em valores diferentes dos fixados na Resolução CNSP 378/2019 devem ser devolvidos ao contribuinte. O canal pode ser acessado em http://www.susep.gov.br/menu/restituicao-dpvat.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE