Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Segurança
Polícia Civil forma mais 249 agentes para reforçar a segurança pública do Estado
A formatura de 125 escrivães e 124 inspetores ocorreu nesta quinta-feira, em Porto Alegre
Thamíris Mondin e Ascom SSP
por  Thamíris Mondin e Ascom SSP
12/05/2022 20:33 – atualizado há 20 dias
Continua depois da publicidadePublicidade

A segurança pública do Estado recebeu, nesta quinta-feira (12/5), um reforço de mais 249 agentes da Polícia Civil. A formatura de 125 escrivães e 124 inspetores ocorreu no Centro de Eventos da PUCRS, em Porto Alegre, com a presença do governador Ranolfo Vieira Júnior.

Durante a cerimônia, o governador assinou o ato de nomeação dos novos agentes. Ao parabenizar os formandos, disse que “ser policial civil é sinônimo de dedicação e abnegação, é estar à disposição da sociedade gaúcha”.

Na solenidade, Ranolfo assinou ato de nomeação dos novos agentes - Foto: Gustavo Mansur / Palácio Piratini

O grupo de novos agentes é formado por pessoas de 17 unidades da federação – RS, SC, RJ, RO, BA, PR, MS, MA, AM, PA, SP, ES, DF, PI, GO, CE e MG – e com idades que variam entre 24 e 51 anos. Os novos policiais serão enviados para delegacias em municípios de todas as regiões do Estado.

Grupo de novos agentes é formado por pessoas de 17 unidades da federação, com idades entre 24 e 51 anos - Foto: Gustavo Mansur / Palácio Piratini

O chefe da polícia civil gaúcha, delegado Fábio Motta Lopes, lembrou que os formandos foram aprovados em um processo seletivo com mais de 40 mil inscritos. “Parabéns por todo o esforço e por terem chegado até aqui. Nunca deixem de bem atender ao público e de acolher os mais vulneráveis, lembrando sempre que aqueles que chegam a uma delegacia de polícia muitas vezes estão pedindo socorro”, disse.

Com aulas nos turnos de manhã e tarde e, eventualmente, à noite e aos fins de semana, o curso de formação ocorreu de 16 de novembro do ano passado a 10 de maio deste ano, fechando, com isso, 825 horas-aula e 26 disciplinas – entre as quais, Investigação Criminal, Inteligência Policial, Defesa Pessoal, Legislações Especiais Aplicadas a Grupos Vulneráveis, Identificação e Fraude Veicular, Técnicas de Operações Policiais e Armamento e Tiro (sendo essas duas últimas as de maior carga horária).

Essa é a quarta chamada dos classificados no concurso público para agente de polícia, que começou em fevereiro de 2018, com a prova objetiva – a primeira das sete etapas –, e ofertou 1,2 mil vagas – 600 para escrivão e 600 para inspetor de polícia.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE