Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cidade
Professores da Rede Municipal de Erechim recebem curso de Brigada de Incêndio
"Capacitação é muito importante porque envolve ações de prevenção e mitigação de desastres", diz o coordenador da Defesa Civil de Erechim, Ronaldo Manica
Ascom
por  Ascom
15/02/2022 16:35 – atualizado há 25 dias
Continua depois da publicidadePublicidade

A Defesa Civil de Erechim e a Força Voluntária do Alto Uruguai realizaram curso de Brigada de Incêndio para os professores do Sistema Municipal de Ensino, que iniciou na última sexta-feira (11), e continuou, nesta terça-feira (15), no Parque da Associação Comercial, Cultural e Industrial de Erechim (ACCIE).

O coordenador da Defesa Civil de Erechim, Ronaldo Manica, disse que o treinamento repassou informações sobre como combater um princípio de incêndio, fazer a evacuação de pessoas de um prédio, escola, e, também, a aplicação dos primeiros socorros quando necessário.

Manica comenta que esse treinamento de capacitação dos profissionais da educação, em Brigada de Incêndio, é muito importante porque envolve ações de prevenção e mitigação de desastres. “Fazer com que o desastre não aconteça. E se ocorrer o incêndio, as pessoas estarem preparadas para diminuir os danos humanos e materiais, em função de ter profissionais capacitados para lidar com essa situação”, disse.

Conforme o coordenador da Defesa Civil, o objetivo é fazer com que os professores tenham as informações mínimas de enfrentar um princípio de incêndio, e saibam o que fazer nesta hora. “E isso vai ser decisivo para preservar vidas”, comenta.

O engenheiro de segurança do trabalho e responsável pelo curso, da Força Voluntária Alto Uruguai, Adir Antônio de Lima, disse que nesta capacitação são repassadas informações sobre RT 14/2009 do Corpo de Bombeiros Militares do Rio Grande do Sul. “Esse curso é importante para capacitar os professores e funcionários das escolas públicas municipais, para num princípio de incêndio saber combater e como agir, como retirar os estudantes, crianças de dentro da sala de aula em segurança, não deixando ninguém lá”, afirma.

No entanto, Adir ressalta que o principal é capacitar os professores para as ações preventivas. “Que eles vejam um hidrante obstruído, um extintor sem pressão, entendam a importância de estar tudo desobstruído e alinhado conforme as regras".

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE