Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Segurança
Carros de luxo transformados em viaturas da polícia são tirados de circulação em SC
Porsche Cayenne, da PM, e Mercedes Benz C63S, entregue à Polícia Militar Rodoviária, foram levados a leilão.
NSCTotal
por  NSCTotal
12/11/2021 23:01 – atualizado há 34 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

A Polícia Militar de Santa Catarina retirou das ruas os carros de luxo que haviam sido incorporados à frota em 2019. Apreendidos do crime e “emprestados” à PM pela Justiça, o Porsche Cayenne, que era usado pelo 12º Batalhão, em Balneário Camboriú, e o Mercedes Benz C63S, entregue à Polícia Militar Rodoviária (PMRv), foram levados a leilão.

Foto: Divulgação, PMRV

O Porsche foi arrematado recentemente, por valor sigiloso. O processo que envolve os carros, apreendidos com um foragido de Goiás que vivia uma vida de luxo e ostentação em Balneário Camboriú, corre em segredo de Justiça.

Já o Mercedes Benz teve proposta insuficiente e será leiloado novamente.

Foto: Divulgação, PMRV

Até lá, segue guardado a sete chaves na sede da Polícia Militar Rodoviária em Capoeiras, na Capital – ainda plotado como uma viatura. Enquanto esteve em atividade, foi a mais rápida viatura das Polícias Militares de todo o país: com motor de 510 cavalos e faz de zero a 100 km/h em quatro segundos.

Os dois carros já haviam sido oferecidos em leilão em 2018, e acabaram emprestados para uso policial pela Justiça porque não foram arrematados na época.

A PM informou que, desde o início da pandemia, os carrões já não eram mais utilizados regularmente. A função das viaturas de luxo era servir de embaixadoras para a polícia, numa espécie de “policiamento de vitrine”. As super-viaturas eram levadas a eventos e ações especiais, que foram suspensas devido à crise sanitária.

Camaro fica

Com a entrega do Porsche e do Mercedes Benz, e a PMSC manterá em sua “frota ostentação” somente o Camaro, que é utilizado pelo Batalhão de Balneário Camboriú. Originalmente amarelo – como na música que ficou famosa em 2011 – o carro foi apreendido em 2013 com indícios de adulteração. Passou cinco anos parado no pátio, até que a Justiça concedeu autorização para que fosse utilizado como viatura pela polícia, em 2018.

Foto: Divulgação, PMRV

A permanência do Camaro foi confirmada pela comunicação da Polícia Militar, mas o comandante do 12º Batalhão, tenente-coronel Daniel Nunes, recusou-se a falar sobre as viaturas de luxo.

A manutenção dos carrões vinha sendo feita por meio de parceria com empresas privadas. A gasolina, no entanto, é paga com verbas da Polícia Militar.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...