Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Esporte
De virada, Grêmio perde para o Palmeiras e aumenta desespero na luta contra o rebaixamento
Para piorar, a rodada foi ruim, com adversários diretos vencendo.
Assessoria/Grêmio
por  Assessoria/Grêmio
31/10/2021 18:20 – atualizado há 2 meses
Continua depois da publicidadePublicidade

O Grêmio perdeu de virada para o Palmeiras por 3 a 1 na Arena, na tarde deste domingo, e segue afundado na zona de rebaixamento com sete pontos do Bahia, a primeira equipe fora da zona de rebaixamento. Para piorar, a rodada foi ruim, com adversários diretos vencendo.

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Ao lado do seu torcedor - mais de 14 mil foram à Arena - O Tricolor saiu na frente - jogando bem - com Diego Souza na primeira etapa, mas sofreu dois gols de Raphael Veiga no final do primeiro tempo - em pênalti cometido por Thiago Santos e chute cruzado do meio de campo. Aos 40 minutos do segundo tempo, Elias Manoel teve um gol anulado pelo VAR por impedimento milimetríco. Aos 49, Brenno Lopes fez o terceiro alviverde e sentenciou a nova derrota gremista.

Em situação delicada, na próxima rodada, a equipe de Vagner Mancini vai enfrentar o líder Atlético Mineiro, no Mineirão, na quarta-feira, em jogo atrasado às 21h.

Virada relâmpago

O Grêmio fazia novamente um bom primeiro tempo na Arena, quando viu o Palmeiras virar em dois vacilos defensivos e mandar o time tricolor desestabilizado em desvantagem para o vestiário. Empurrado pela torcida, o time de Mancini se postou na defesa e optou por esperar os alviverdes buscarem o ataque. Assim, viu Gustavo Scarpa acerta o poste em finalização de falta precisa aos 8 minutos.

No estilo proposto, veio o 1 a 0 gremista. Aos 11 minutos, Marcos Rocha errou, perdeu para Douglas Costa, que arrancou bem pela esquerda e rolou para Diego Souza abrir o placar. O centroavante quase fez o segundo, em novo ataque em velocidade. Alisson cruzou da direita e o atacante desviou de cabeça para enorme defesa do goleiro Weverton.

O jogo seguia sem sustos para o time tricolor até os 45 minutos. Em um lance com a bola já partida para o time visitante, Thiago Santos derrubou Marcos Rocha dentro da área e o árbitro, com auxílio do VAR, marcou a penalidade. Raphael Veiga cobrou com perfeição e igualou o marcador. O meia, novamente, foi as redes. Em rápido ataque, recebeu pelo meio livre e finalizou sem chances para Brenno, selando o 2 a 1 no final do primeiro tempo.

VAR anula e Palmeiras faz mais um

A volta do intervalo foi de um Palmeiras mais com a posse de bola e o Grêmio querendo explorar os contragolpes. No entanto, com a vantagem no placar, os visitantes davam poucos espaços. Precisando pressionar mais, Mancini colocou o jovem Elias na vaga de Diego Souza aos 16 minutos.

A mudança não surtiu efeito e o Tricolor insitiu muito pelo alto com cruzamentos tranquilos para o goleiro Weverton. Aos 22, foi a vez de Jonatha Robert entrar na vaga de Jean Pyerre. Bastante acionado, Douglas Costa insistia no duelo com o Marcos Rocha, mas cansou no segundo tempo.

Aos 33 minutos, o técnico Mancini novamente promoveu trocas por atacado. Entraram Lucas Silva, Campaz e Churín nas vagas de Alisson, Thiago Santos e Villasanti. Logo após as mudanças, Cortez finalizou de longe e obrigou firme defesa de Weverton.

No final, requintes de crueldade. Em lindo tabelamento pelo meio, a bola chegou para Elias Manoel que finalizou forte e marcou. No VAR, com as linhas de impedimento, marcação foi confirmada. Para ser ainda mais cruel, Brenno Lopes fez o terceiro em rápido ataque palmeirense e sentenciou o placar.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...