Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Rio Grande do Sul
Pela quarta semana consecutiva, RS não emite novos Avisos e Alertas
Entre os principais dados considerados positivos, estão a queda no número de internados suspeitos ou confirmados com Covid-19 em leitos clínicos e de UTI.
Governo RS
por  Governo RS
09/09/2021 15:50 – atualizado há 1 mês
Continua depois da publicidadePublicidade

Pela quarta semana consecutiva, o governo do Estado decidiu pela manutenção do atual quadro do Sistema 3As, sem emissão de Avisos ou Alertas. A divulgação foi feita após reunião do Gabinete de Crise, na manhã desta quinta-feira (9/9), com base no monitoramento de indicadores e recomendações feitos pelo GT Saúde.

Entre os principais dados considerados positivos, estão a queda no número de internados suspeitos ou confirmados com Covid-19 em leitos clínicos e de UTI. Até o início da manhã desta quinta (9), eram 674 internados em leitos clínicos no Estado – o menor número desde 12 de junho de 2020 – e 567 pacientes confirmados ou com suspeita da Covid em leitos de UTI – menor desde 1º de julho do ano passado.

"São ótimas notícias. Não termos Alertas e Avisos, estarmos registrando toda semana redução em internações por Covid e, ainda, estarmos com quase 90% da população vacinável já com pelo menos uma dose. Claro que precisamos manter os cuidados e seguir monitorando de perto e diariamente todos os indicadores", destacou o vice-governador Ranolfo Vieira Júnior, que coordenou o Gabinete de Crise nesta quinta (9).

O economista Bruno Paim, do Departamento de Economia e Estatística (DEE), apresentou o relatório dos indicadores de mobilidade do RS durante a pandemia de Covid-19, com dados atualizados até 31 de agosto de 2021. O levantamento mostra que em agosto houve aumento na mobilidade no Rio Grande do Sul, seguindo uma tendência já observada nos meses anteriores.

O tempo médio de permanência em locais de residência foi 5,9% acima do período base, considerando uma semana padronizada. Esse valor está próximo do mês de fevereiro (5,8%), que foi o mais baixo desde o início da pandemia.

Em quatro categorias, o número de visitantes atingiu, durante o mês de agosto, os patamares mais elevados da série: mercados e farmácias, varejo e lazer, estações de transporte público e locais de trabalho. Em todas elas, o período de maior movimento foi próximo ao Dia dos Pais, comemorado em 8/8. A categoria parques, que também inclui praças e praias, ficou estável, com um número de visitantes muito próximo ao mês de julho.

Além disso, o Gabinete de Crise fez uma avaliação da 44ª edição da Expointer, que voltou a ocorrer em formato presencial, depois de uma edição digital em 2020. Segundo a secretária da Saúde, Arita Bergmann, o evento tem colhido os resultados dos estudos e planejamento feitos de forma integrada com as demais pastas.

"Tenho muito orgulho de termos esse grande evento sendo realizado da forma como está. Gostaria de destacar a presença dos monitores que nós contratamos para ajudar na conscientização do cumprimento dos protocolos e da retestagem do público interno para garantir um ambiente seguro para os trabalhadores e também os visitantes", afirmou Arita.

O teste não detectável de Covid-19 era um pré-requisito para trabalhadores terem acesso à feira. Por meio do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs), começou nesta quarta-feira (8/9) a retestagem, com exames rápidos de antígeno e RT-PCR, dos trabalhadores dos pavilhões expositores, dos servidores e dos jornalistas envolvidos no evento. Deverão ser examinadas por amostragem pelo menos 200 pessoas.

Além disso, equipes da Secretaria da Saúde estão fazendo rondas educativas. A bordo de um carro elétrico e com o uso de um megafone, eles percorrem o Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, chamando a atenção principalmente quanto ao uso correto de máscaras, aglomerações e consumo de alimentos fora de locais determinados. De forma paralela ao trabalho da ronda com o megafone, outros 115 monitores percorrem o parque orientando visitantes e trabalhadores sobre os protocolos corretos.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...