Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Santa Catarina
Governo de SC inaugura primeiro galpão industrial do Projeto SAP Têxtil em Chapecó
Apenados vão fabricar uniformes escolares para as redes públicas estadual e municipal, além de enxovais para hospitais.
Secom/SC
por  Secom/SC
31/08/2021 18:50 – atualizado há 1 mês
Continua depois da publicidadePublicidade

A Secretaria de Administração Prisional e Socioeducativa (SAP) inaugura nesta quarta-feira, 1º de setembro, o primeiro galpão industrial do projeto SAP Têxtil, localizado no Presídio Feminino do Complexo Penitenciário de Chapecó. A iniciativa é do Governo do Estado e da Secretaria de Administração Prisional e Socioeducativa que prevê a construção de 18 barracões industriais, sendo oito deles em Chapecó.

Os 10 restantes estão em fase de montagem em polos industriais nas unidades prisionais de Curitibanos, Criciúma, Itajaí e linhas de produção de apoio nas Unidades Prisionais Avançadas de São José do Cedro e São Miguel do Oeste.

A ideia é fabricar uniformes escolares para as redes públicas estadual e municipal, além de enxovais para hospitais. "Esse trabalho tem uma relevância muito grande para o apenado, pois ele poderá estar fabricando o uniforme que o filho dele vai usar na escola", observou o secretário da SAP, Leandro Lima, destacando que a reabilitação social e econômica do apenado é fundamental para que evitar a reincidência no crime.

Participam da inauguração a diretora do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), Tânia Fogaça, e do diretor de Políticas Penitenciárias do Depen, Sandro Abel de Sousa Barradas.

Números

O Governo do Estado está investindo cerca de R$ 30 milhões na concretização do projeto. Neste momento há cerca de 2,1 mil apenados no estado recebendo treinamento para atuar nas áreas de corte e costura industrial, serigrafia, manutenção de máquinas e logística. Os cursos são ministrados pelo Senai, instituição do sistema Fiesc, cujo objetivo é estimular a inovação industrial por meio da educação, consultoria, pesquisa aplicada e serviços técnicos e tecnológicos.

Após o término da capacitação, com duração prevista de 90 dias, o SAP Têxtil absorverá de imediato a mão de obra de 1,5 mil apenados. Todos receberão salário, sendo que 25% vai para o Fundo Rotativo da unidade. Os 75% vão para o interno. A maioria destina os valores recebidos por meio do trabalho para ajudar na manutenção da família.

Este primeiro galpão industrial tem 325 metros quadrados, 40 máquinas de costura e gera 60 vagas de trabalho exclusivas para mulheres privadas de liberdade do Presídio Feminino de Chapecó. As demais linhas de produção em Curitibanos, Criciúma, Itajaí, São José do Cedro e São Miguel do Oeste serão ativadas à medida que a construção dos galpões seja finalizada.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...