Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Divulgação
Economia
Chapecó gera mais de 5,5 mil empregos neste ano
Em todo o ano de 2020, foram gerados 4.346 vagas
CP/PMC
por  CP/PMC
30/08/2021 20:52 – atualizado há 7 dias
Continua depois da publicidadePublicidade

A Administração Municipal de Chapecó informou que a geração de emprego no município cresceu 6,42% de janeiro a julho deste ano, segundo dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED). O percentual é superior ao do Estado, que foi de 4,45%, e do Brasil, que foi de 2,45%.

Chapecó teve salto de 546 vagas em julho e chegou a um saldo positivo de 5.566 vagas desde janeiro deste ano, números que superam a marca de 4.376 vagas geradas nos 12 meses de 2020. O setor que lidera a geração de empregos no ano é o de serviços, com 2.381 vagas, seguindo da indústria, com 1.586 vagas, construção civil, com 977 vagas, comércio, com 590 vagas e agropecuária, com 32 vagas. Chapecó tem 92.202 pessoas com carteira assinada, o que representa 41,16% da população que é de 225 mil habitantes.

Segundo o prefeito João Rodrigues, o resultado é fruto das medidas adotadas pelo Poder Público, incentivando o setor produtivo. “Tivemos a inauguração de mais um atacadista e nossos supermercadistas também estão investindo e, além disso, temos mais de 1,3 milhão de metros quadrados em obras de prédios, indústrias, fábricas, que representam investimentos de R$ 2,6 bilhões”, detalha.

Rodrigues ressalta os investimentos feitos na cidade pela iniciativa privada. “Entre diversos investimentos do setor privado, entre os quais indústria, construção civil e loteamentos estamos falando de valores que se aproximam a R$ 4 bilhões em investimentos privados em Chapecó”, disse.

O chefe do Poder Executivo informou, ainda, que o município já lançou R$ 62milhões em obras, em parceira com o Governo do Estado. “Em novas obras até o início do próximo ano o volume de recursos deve passar de R$ 300 milhões”, adiantou Rodrigues.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...