Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Saúde
Seis regiões covid seguem sem leitos de UTI na rede privada no RS
Piores cenários são registrados nas áreas de Canoas e Cachoeira do Sul, com 307% e 150% de ocupação, respectivamente.
Rádio Guaiba
por  Rádio Guaiba
28/08/2021 21:48 – atualizado há 2 meses
Continua depois da publicidadePublicidade

Seis regiões covid – de um total de 21 – não tem leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) disponíveis na rede particular no Rio Grande do Sul. Conforme a Secretaria Estadual de Saúde (SES), os piores cenários, até o início da noite deste sábado, eram nas áreas de Canoas (307%), Cachoeira do Sul (150%), Pelotas (133%), Uruguaiana (114%), Passo Fundo (105%) e Lajeado (100%).

Atualmente, os 722 leitos operacionais de UTI disponibilizados em território gaúcho nas instituições particulares estão com ocupação de 77% – menor índice dos últimos dez dias.

Divulgação Secom/RS

Em relação aos hospitais que recebem pacientes pelo Sistema Único de Saúde (SUS), a situação é mais confortável. Com 53% de lotação – de um total de 2.495 leitos disponíveis – nenhuma das 21 regiões covid se encontra sem leitos de UTI na rede pública neste sábado.

Já a taxa de ocupação geral (soma dos leitos da rede particular com a rede pública) das UTIs no Rio Grande do Sul era de 51,1%, até às 19h30. De acordo com a SES, são 1.795 pacientes recebendo tratamento intensivo para um total de 3.340 leitos.

Boletim diário

Neste sábado, a SES confirmou mais 29 óbitos por coronavírus no Rio Grande do Sul. Assim, 34.142 pessoas já perderam a vida em decorrência da doença em solo gaúcho. A pasta também reportou mais 1.233 novas contaminações, de um total de 1.406.975 infectados desde o início da pandemia. Desses, 97% são considerados recuperados e 1% segue em recuperação.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...