Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Santa Catarina
Boletim Hidrometeorológico aponta continuidade de estiagem em Santa Catarina
As regiões mais atingidas pela estiagem seguem sendo o Oeste, Meio-Oeste, Planalto Norte e Planalto Sul. Chuvas só devem normalizar no início de 2022, diz previsão.
Secom/SC
por  Secom/SC
19/08/2021 19:20 – atualizado há 7 dias
Continua depois da publicidadePublicidade

O Boletim Hidrometeorológico integrado publicado nesta quarta-feira, 18, indica a continuidade de estiagem e o aumento nas condições de alerta de abastecimento em municípios de parte de Santa Catarina. Os dados são baseados nos registros de chuva da primeira quinzena de agosto.

A previsão para os próximos meses é de precipitações abaixo da média para o período. Caso isso se confirme, os níveis dos rios em grande parte do Estado devem permanecer abaixo do normal até o início de 2022. As regiões mais atingidas pela estiagem seguem sendo o Oeste, Meio-Oeste, Planalto Norte e Planalto Sul.

Neste início de agosto, apenas a região de Joinville e Garuva registrou chuvas entre e acima do esperado para o período. Todas as demais regiões do Estado tiveram precipitação abaixo da média climatológica, com destaque para o Extremo Sul, que registrou as taxas mais baixas de volume de chuva.

Situação do abastecimento urbano

Entre os 295 municípios de Santa Catarina, 250 atualizaram a situação do abastecimento urbano junto às agências reguladoras. Desses, 160 estão em estado de normalidade do abastecimento, 70 em atenção, 18 em alerta e dois em estado crítico. Chama a atenção o aumento no número de municípios em alerta em comparação com o Boletim anterior, publicado em 4 de agosto, quando eram apenas dois nessa condição.

O estado de alerta significa que a captação de água está reduzida, exigindo ações contingenciais executadas pelos municípios e pelas concessionárias de água.

Previsão

Até o dia 25 deste mês a previsão é de tempo seco em grande parte do Estado. Poderão ocorrer chuvas fracas e esparsas em localidades do Oeste por conta do aquecimento que ocorre durante as tardes. Já no período de 26 de agosto a 3 de setembro, a previsão indica o retorno da chuva devido à passagem de frentes frias. Ainda sim, os cuidados com o consumo de água devem ser mantidos, especialmente porque para o trimestre de agosto, setembro e outubro, as previsões indicam chuvas abaixo da média.

"É importante acompanhar as atualizações para verificar se essa previsão se confirmará. De qualquer forma, fica o alerta para o uso racional da água, medida sempre necessária mas que se torna essencial em períodos longos de estiagem, como o que parte do Estado vem enfrentando neste momento", afirma o diretor de Recursos Hídricos e Saneamento da Secretaria Executiva de Meio Ambiente (Sema), Pedro Brolezzi.

Boletim Hidrometeorológico

O boletim hidrometeorológico é elaborado pela Defesa Civil de Santa Catarina em conjunto com a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE), por meio da Sema, Agência de Regulação de Serviços Públicos de Santa Catarina (Aresc) e agências reguladoras intermunicipais de saneamento. A edição atual e anteriores podem ser consultadas no site da SDE ou no portal do Sistema de Informações de Recursos Hídricos do Estado de Santa Catarina.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...