Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Esporte
Confederação Brasileira de Vôlei define clubes das Superligas masculina e feminina de 2021/22
Na disputa masculina, a maioria dos times são da região Sudeste, com exeção de Brasília Vôlei-DF, Goiás Vôlei-GO e Apan Eleva Educacoin-SC.
Agência Brasil
por  Agência Brasil
10/08/2021 19:20 – atualizado há 9 meses
Continua depois da publicidadePublicidade
A temporada 2021/22 das Superligas de Vôlei masculina e feminina terão 24 clubes participantes, confirmados pela Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), nesta terça-feira (10). A competição masculina terá início em 23 de outubro, e a feminina começará três dias depois. 

De acordo com a CBV, os clubes confirmados para a próxima edição da Superliga cumpriram requisitos básicos, como o fair play financeiro - não gastar mais do que a arrecadação - e o pagamento da taxa de inscrição. 
©William Lucas/Inovafoto/CBV/Direitos Reservados

O torneio reunirá também os atuais bicampeão Taubaté-SP o vice Minas Tênis Clube-MG, além de Azulim Gabarito Uberlândia-MG, Montes Claros América Vôlei-MG, Sada Cruzeiro-MG, Sesi-SP, Vedacit Vôlei Guarulhos-SP, Vôlei Renata-SP e Farma Conde Vôlei (SP).

Na Superliga feminina, a atual equipe bicampeã Minas Tênis Clube-MG e a vice Dentil/Praia Clube-MG competirão com os times Brasília Vôle-DF, Curitiba Vôlei-PR, Pinheiros-SP, Fluminense-RJ, Itambé/Minas-MG, Osasco São Cristóvão Saúde-SP, Country Club Valinhos-SP, Unilife-Maringá-PR, Barueri Volleyball Club-SP, Sesc RJ Flamengo-RJ e Sesi Vôlei Bauru-SP.

Caso algum time desista da competição, a CBV convidará clubes conforme a classificação na Superliga B, como prevê o regulamento da competição.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE