Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Segurança
Justiça amplia pena para homem acusado de tentar matar Ingra Ohana de Vargas em Concórdia
Maico Cavallieri desferiu pelo menos 23 facadas contra Ingra quando ela saia de um estabelecimento comercial.
Atual FM
por  Atual FM
03/08/2021 15:25 – atualizado há 23 dias
Continua depois da publicidadePublicidade

A Justiça da Comarca de Concórdia ampliou a pena de Maico Cavallieri, acusado de tentativa de homicídio contra a ex-companheira Ingra Ohana de Vargas e julgado através de Júri popular na semana passada no Fórum da Comarca.

O Ministério Público, através do promotor Luis Otávio Tonial, ingressou com um recurso – logo depois da sentença final em Concórdia e garantiu que o magistrado reanalisasse a soma da pena final. Com isso, a condenação final que era de 11 anos e oito meses, passou a ser de 14 anos de prisão em regime inicialmente fechado.

Ingra foi ferida por golpes de faca em várias regiões do corpo, tendo sofrido ferimentos graves em órgãos vitais. Ela foi esfaqueada pelo ex companheiro após sair de um restaurante no centro da cidade, no dia 4 de fevereiro de 2020. Maico Cavallieri, está recolhido no Presídio Regional de Concórdia.

RECURSO DA DEFESA

O advogado de defesa já ingressou com recurso junto ao Tribunal de Justiça em Florianópolis na tentativa de reduzir a pena imposta pela Justiça em Concórdia. O processo deve seguir a tramitação normal e o réu terá que continuar aguardando o novo julgamento de recurso cumprindo a pena imposta pela Justiça de Comarca de Concórdia.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...