Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Santa Catarina
Governo divulga protocolos e detalhes técnicos para primeiro evento-teste de Santa Catarina
A iniciativa vai servir para balizar o retorno das atividades do segmento com o máximo de segurança e protocolos necessários.
Governo SC
por  Governo SC
27/07/2021 19:50 – atualizado há 30 dias
Continua depois da publicidadePublicidade

Os protocolos sanitários e detalhes técnicos que serão adotados no evento-teste de retomada em Santa Catarina foram divulgados nesta terça-feira, 27, pelo Grupo de Trabalho (GT) formado por diversos órgãos do Governo do Estado. Em coletiva, o secretário adjunto da Saúde, Alexandre Lencina Fagundes, o presidente interino da SANTUR, Renê Meneses, o Superintendente de Vigilância em Saúde, Eduardo Macário, o maestro da Camerata Jeferson Della Rocca e a coordenadora do GT, Eveline Orth, especificaram as ações programadas para o show da Camerata de Florianópolis na noite de quinta-feira, 29, no Teatro do Centro Integrado de Cultura (CIC).


A iniciativa vai servir para balizar o retorno das atividades do segmento com o máximo de segurança e protocolos necessários. Todos os participantes precisam estar completamente imunizados com dose única ou duas doses da vacina contra a Covid-19. Depois da apresentação, elas serão acompanhadas/monitoradas por 14 dias por equipes de pesquisa da Unisul e da Univali por meio de busca ativa e de uma plataforma de rastreabilidade desenvolvido pela SANTUR em parceria com o setor de eventos estadual.

O evento-teste foi anunciado pelo governador Carlos Moisés na última terça-feira, quando foram oficialmente abertas as inscrições para acompanhar a apresentação da Camerata. Ele destacou a inovação do estado para a retomada dos eventos e reforçou a importância da prática dos protocolos sanitários de prevenção ao coronavírus.

Na coletiva de imprensa, o secretário adjunto da Saúde exaltou a importância do episódio para o estado: "A intenção de todos aqui é de que haja a maior segurança possível para que esse evento-teste seja referência para os próximos. Esse é um trabalho que tem apoio da Universidade, tem caráter científico e é um projeto que tem tudo para dar certo".

Fotos: Júlio Cavalheiro/Secom

O Superintendente de Vigilância em Saúde, Eduardo Macário, destacou a união científico-cultural e que o estudo terá como principal objetivo aplicar e avaliar a realização de eventos culturais no Estado e balizar outros de formato similar no futuro. "Isso é feito a partir de um longo trabalho em conjunto de pesquisa aplicada. Queremos observar comportamentos, atitudes, práticas, o que precisa ser aperfeiçoado e o impacto que gera algo assim, com alto nível de segurança", enfatizou.

Para Renê Meneses, uma oportunidade ímpar para Santa Catarina vislumbrar uma retomada definitiva o mais rápido possível. "É extremamente importante para o setor de eventos e para o turismo termos esse evento-teste. Teremos um diagnóstico e um balizamento de como podemos retomar as atividades. É um primeiro passo, criamos esse Grupo de Trabalho para fazer esse evento extremamente técnico e científico. Assim vamos retomar os nossos eventos com segurança".

O Grupo de Trabalho (GT) é formado pela Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (Santur), Secretaria de Estado da Saúde (SES) , Vigilância Sanitária de Florianópolis e representantes do segmento de eventos que atua desde o início do ano para formatar os eventos-testes no estado.

O primeiro evento-teste será transmitido ao vivo no canal do Youtube da Camerata, a partir das 20h. Para acompanhar a transmissão, que é gratuita, acesse aqui:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...