Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cidade
IMA coleta mais de 1.300 kg de resíduos no programa "Penso, Logo Destino"
No total foram recolhidas 3.920 lâmpadas, 35 mil unidades de embalagens vazias de agrotóxicos, além de 312 kg de pilhas e mais 996 kg de eletroeletrônicos.
Governo SC
por  Governo SC
23/07/2021 14:51 – atualizado há 11 dias
Continua depois da publicidadePublicidade

O programa 'Penso, Logo Destino', do Instituto do Meio Ambiente do Estado de Santa Catarina (IMA), coletou mais de 38 mil itens na última quarta-feira, 21, em ação realizada na Grande Florianópolis. No total foram recolhidas 3.920 lâmpadas, 35 mil unidades de embalagens vazias de agrotóxicos, além de 312 kg de pilhas e mais 996 kg de eletroeletrônicos. Os materiais coletados receberão, a partir de agora, a destinação ambientalmente correta e muitos, inclusive, serão transformados em novos produtos ou utilizados para outros fins. Desta forma, além de evitar que os resíduos sejam descartados no meio ambiente, o programa visa a contribuir com a preservação dos recursos naturais, tendo como finalidade a conscientização e o envolvimento dos catarinenses no descarte correto de resíduos sólidos.

Fotos: Divulgação/IMA


Atualmente, o programa trabalha com municípios da Grande Florianópolis e, nesta ação, contou com a participação das cidades de Águas Mornas, Angelina, Anitápolis, Antônio Carlos, Governador Celso Ramos, Nova Trento, Rancho Queimado, São Bonifácio, São Pedro de Alcântara, Santo Amaro da Imperatriz, São João Batista e Tijucas. A expectativa é ampliar as ações de coleta itinerante para mais de 50 municípios até o final de 2022. A próxima edição do recolhimento itinerante na região da Grande Florianópolis está prevista para o dia 15 de dezembro.

Sobre o Programa

O 'Penso, Logo Destino' tem por finalidade a conscientização e o envolvimento de todos os catarinenses para o descarte correto dos resíduos sólidos, tornando Santa Catarina o primeiro estado brasileiro a fazer a articulação da Logística Reversa. Para isso, atua como o mediador entre os comerciantes, administração municipal e população para o descarte adequado dos resíduos e as entidades gestoras que realizam a coleta do material recolhido.

Idealizado pela Coordenadoria Regional do IMA em Florianópolis, o programa será executado em três etapas: Logística Reversa, Estruturas para a implantação da Coleta Seletiva e Resíduos Orgânicos. A intenção é que após o desenvolvimento das três fases do projeto, Santa Catarina seja o estado brasileiro que mais recicla e reutiliza e que menos produz resíduo.

Fotos: Divulgação/IMA

Logística Reversa

A primeira fase do projeto consiste na implantação de ações voltadas aos consumidores para a devolução dos produtos e embalagens após a utilização. Os produtos que devem ser devolvidos aos comerciantes são lâmpadas fluorescentes, eletroeletrônicos e seus componentes, resíduos e embalagens de óleos lubrificantes e de agrotóxicos, pneus, pilhas e baterias. Já os fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes têm, nesta etapa, a responsabilidade de estruturar e implementar sistemas de logística reversa para que o material recolhido tenha a destinação adequada e mais ecologicamente correta.

Fotos: Divulgação/IMA


Para isso, o IMA firmou parcerias com entidades gestoras responsáveis pelo recolhimento e destinação de produtos como lâmpadas, eletroeletrônicos, pneus, embalagens de agrotóxicos e óleos, pilhas e baterias, que instalarão pontos de coleta nos municípios que aderirem ao programa, além de promover, com as instituições parceiras, campanhas de conscientização e arrecadação dos materiais. Por meio do recolhimento, os materiais recebem a destinação correta e muitos, inclusive, são transformados em novos produtos, ou utilizados para outros fins, como é o caso do pneu, que pode ser usado na construção civil e até na siderurgia.

O programa 'Penso, Logo Destino' - que visa à conscientização, a mudança de comportamento e a construção do sentimento de pertencimento para a disposição correta dos resíduos e, consequentemente, para a preservação dos recursos naturais - tem como parceiros a Secretaria de Estado da Administração Prisional e Socioeducativa, a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, a Secretaria de Estado da Educação, a Secretaria de Saúde e as prefeituras, entre outras entidades.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...