Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Saúde
Dois aviões chegaram ao aeroporto da capital nesta quarta-feira com vacinas da Pfizer e Astrazeneca
A distribuição das 352.760 doses de vacina irá ocorrer na quinta-feira (1°/7).
Assessoria Gov/RS
por  Assessoria Gov/RS
30/06/2021 21:53 – atualizado há 1 mês
Continua depois da publicidadePublicidade

A Secretaria da Saúde (SES) reforçou, no final da tarde desta quarta-feira (30/6), em reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), a necessidade de municípios realizarem busca ativa aos cidadãos que receberam uma dose da vacina contra a Covid-19 e ainda não retornaram ao serviço de saúde para a segunda dose, já passado o tempo ideal de intervalo.

Avião com 62.010 doses de vacina Pfizer pousou às 18h10 desta quarta (30/6) no aeroporto de Porto Alegre - Foto: Itamar Aguiar / Palácio Piratini

Em todo o Estado, são 199.358 pessoas nessa situação ou que não tiveram a aplicação da vacina registrada no Sistema de Informações do Plano Nacional de Imunizações (SI-PNI). Desse total, 121.908 são referentes a vacina Coronavac, 77.429 da Astrazeneca, e 21 da Pfizer.

“Não temos falta de vacina no Estado. As doses estão disponíveis porque foram distribuídas, e estão esperando os cidadãos para completar o esquema vacinal. Não podemos deixar doses paradas”, disse a secretária adjunta da SES, Ana Costa. “Quem receber só uma dose de vacina que requer reforço não está ainda imunizado por completo. É como se tivesse tomado apenas metade de um medicamento”, comparou.

Entre as estratégias sugeridas, está a busca ativa por nome dos faltantes. A SES está enviando listas nominais atualizadas aos municípios, que podem fazer contato por meio de agentes comunitários, rádio e jornais locais ou associações comunitárias. Os relatórios sobre os faltantes são gerados com base em dados informados pelos próprios municípios ao SI-PNI. Os municípios podem ter esses dados por conta própria, mas a SES fornece as informações consolidadas para acelerar e facilitar o trabalho dos gestores municipais.

Outra sugestão aos municípios é mobilizar associações comunitárias em bairros e ampliar a divulgação com relação aos públicos-alvo e locais de aplicação das doses em cada cidade. “Também precisamos destacar a importância de cada vacinador registrar as doses aplicadas todos os dias, para que possamos acompanhar os resultados da vacinação e definir ações de enfrentamento à pandemia", disse Ana.

A maior parte das segundas doses não registradas está nos grupos prioritários das pessoas entre 65 a 69 anos (46.230) e dos trabalhadores da saúde (41.947), seguido pelo grupo das pessoas entre 60 e 64 anos (21.778) e do grupo das pessoas com 80 anos ou mais (21.414).

Distribuição de vacinas

Outra pauta debatida durante a reunião CIB desta quarta (30) foi a distribuição das 352.760 doses de vacina contra a Covid-19 que chegaram ao Estado no início desta mesma noite. São 290.750 doses da Astrazeneca e 62.010 da Pfizer, que deverão ser aplicadas como primeira dose e promover o avanço na vacinação por idade em todo o Estado.

Cerca de uma hora depois, pousou avião com 290.750 doses de vacina Astrazeneca - Foto: Itamar Aguiar / Palácio Piratini

A distribuição irá ocorrer na quinta-feira (1°/7). Serão distribuídas também 356.885 doses de Astrazeneca para segundas doses e seringas liberadas para uso na aplicação das vacinas Pfizer.

Por via aérea, com auxílio de um helicóptero da Polícia Civil, serão entregues, na tarde da quinta (1°), em Santa Maria, as doses da 4ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS). As demais serão distribuídas por via terrestre.

Buscam na Capital, na Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (Ceadi), durante a tarde de quinta (1°), as seguintes CRS: 1º (Porto Alegre), 7ª (Bagé), 8ª (Cachoeira do Sul), 10ª (Alegrete), 13ª (Santa Cruz do Sul), 16ª (Lajeado), 18ª (Osório) e a Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre.

Também durante o dia, sairão veículos do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs), com destino a Palmeira das Missões, com as cargas das 2ª CRS (Frederico Westphalen) e 15ª (Palmeira das Missões); Santo Ângelo, com as cargas das 9ª (Cruz Alta), 12ª (Santo Ângelo), 14ª (Santa Rosa) e 17ª (Ijuí); Passo Fundo, com as cargas das 6ª CRS (Passo Fundo) e 11ª (Erechim); Pelotas, com as cargas das 3ª (Pelotas) e 7ª (Bagé); e Caxias do Sul, com a carga da 5ª CRS (Caxias).

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...