Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Rio Grande do Sul
Governador do RS anuncia premiação de R$ 1,25 milhão para municípios que mais vacinarem
A proposta prevê R$ 1,25 milhão, divididos em duas datas: R$ 625 mil no dia 20 de julho e outros R$ 625 mil em 20 de agosto.
Assessoria Gov/RS
por  Assessoria Gov/RS
24/06/2021 11:35 – atualizado há 4 dias
Continua depois da publicidadePublicidade

Como forma de incentivar uma competição saudável para vacinação contra a Covid-19 entre os municípios gaúchos, o governo do Estado anunciou, nesta quinta-feira (24/6), uma proposta de incentivo às prefeituras, com duas premiações em duas datas, para que as cidades acelerem a imunização da população.

“É uma corrida do bem que se estabelece para quem conseguir concluir a vacinação antes. Queremos dar incentivo aos municípios para que apliquem as vacinas rapidamente, porque isso é de interesse de todos, é para salvar vidas e para voltarmos à normalidade mais rapidamente”, destacou o governador Eduardo Leite em transmissão ao vivo pelas redes sociais.
Durante transmissão feita em redes sociais, governador apresenta detalhes do prêmio - Foto: Gustavo Mansur/Palácio Piratini

A proposta prevê R$ 1,25 milhão, divididos em duas datas: R$ 625 mil no dia 20 de julho e outros R$ 625 mil em 20 de agosto. A premiação será repassada aos municípios que, proporcionalmente, mais vacinarem, de acordo com o número de doses aplicadas e registradas no Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI) sobre o número de doses distribuídas, em cada um dos quatro portes: acima 100 mil habitantes, de 99.999 a 50 mil habitantes, de 49.999 a 10 mil habitantes e abaixo de 10 mil habitantes.

Divulgação

Segundo o governador, a proposta é que os valores da premiação sejam aplicados na Atenção Primária em Saúde, que é responsabilidade dos municípios.

“São recursos para aplicar na própria saúde, para que possam comprar equipamentos, reformar unidades de saúde, fazer investimentos na saúde primária do município e qualificar o atendimento à população. Queremos incentivar essa corrida do bem entre os municípios, garantindo aplicação rápida dessas doses que vamos distribuindo rapidamente, pois temos um sistema de logística bem estruturado”, reforçou o governador.

Uma portaria com todas as regras e orientações sobre o prêmio será publicada nos próximos dias, mas a ideia, conforme Leite, é antecipar o anúncio para que as prefeituras se organizem e possam realizar o processo de imunização da melhor forma possível. A secretária da Saúde, Arita Bergmann, já fez sugestões para que os municípios possam acelerar ainda mais a vacinação, seguindo as regras do Plano Nacional de Imunizações. “Premiar é, na realidade, uma demonstração do governo de que queremos que a vacina chegue às pessoas, porque, na realidade, quem está sendo premiado é o cidadão”, pontuou Arita.

Segundo a secretária da Saúde, para conseguirem acelerar o processo de imunização, os municípios podem, entre outras medidas, reforçar o cuidado com o registro das doses aplicadas, pois será a base para a premiação, além de ampliar a busca ativa das pessoas que por algum motivo não procuraram a unidade de saúde onde a vacina está sendo aplicada, envolver ainda mais os agentes comunitários de saúde e as associações comunitárias espalhadas por todos os bairros e ampliar a divulgação com relação aos públicos-alvo e locais de aplicação das doses em cada cidade.

Titular da Secretaria de Articulação e Apoio aos Municípios, Luiz Carlos Busato reforçou que a premiação é um incentivo a uma disputa do bem e que o governo seguirá sendo um braço de apoio neste processo.

“Passaremos, a partir de agora, a divulgar e a incentivar o prêmio, mas também iremos buscar resolver eventuais problemas de cada município. Queremos trabalhar juntos para que tenhamos sucesso nessa empreitada que é o enfrentamento e a superação da pandemia”, afirmou Busato.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...