Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Educação
Professores da UFFS lançam livro sobre juventude rural e sucessão na agricultura familiar
Obra que será lançada nesta quinta-feira (10) é resultado de projeto de pesquisa e extensão.
Ascom UFFS - Campus Erechim
por  Ascom UFFS - Campus Erechim
09/06/2021 11:39 – atualizado há 3 meses
Continua depois da publicidadePublicidade

Nesta quinta-feira (10) acontece o lançamento do livro “Juventude Rural e Sucessão na Agricultura Familiar”, organizado pelos professores Valdecir José Zonin e Darlan Christiano Kroth, da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS). O evento será às 19h no YouTube (https://bit.ly/3gBbnfl) e terá a participação do professor Sérgio Schneider, da UFRGS.

O livro (que pode ser baixado em https://bit.ly/3ctm7el) é resultado do projeto de extensão e pesquisa “Fortalecimento da juventude rural no Oeste de SC”, realizado entre 2015 e 2017, na UFFS – Campus Chapecó, com suporte do CNPq. Os dados do projeto foram organizados e sistematizados entre 2017 e 2019. A obra apresenta esses dados e, também, estudos de outras instituições de ensino, como Uergs, UFSM, UFSC e Unioeste.

Divulgação

A maioria dos estudos é oriunda de pesquisas de pós-graduação, envolvendo temáticas ligadas ao desenvolvimento rural sustentável e a juventude rural, como: cooperativas da agricultura familiar, crédito rural, agroecologia, participação e organização sindical, análise de políticas públicas, assistência técnica e extensão rural, desenvolvimento rural, sucessão familiar de jovens agricultores e diálogos com jovens agricultores, na perspectiva de pensar políticas públicas para seu desenvolvimento.

Na época da realização do projeto, 50 bolsas foram distribuídas a filhos de agricultores familiares. Os jovens participaram de vários momentos de capacitações, além de irem para cinco rodadas de negociação com representantes de prefeituras. A ideia foi entender melhor como funcionam as negociações para a comercialização de produtos da agricultura familiar.

Segundo o professor Zonin, nos últimos 20 anos o Brasil tem perdido, em média, 25% da população rural. O projeto, assim, serviu para capacitar os jovens a desenvolver habilidades para que eles conseguissem encaminhar para diferentes mercados o que é produzido na agricultura familiar.

Para o docente da UFFS, “o acesso aos mercados fica, em geral, na mão de poucos”.

- Os agricultores sabem produzir, mas quisemos chamar a atenção desses jovens para que eles podem não só produzir, mas também negociar seus produtos – ressalta.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...