Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cidade
Vereador protocola pedido de municipalização da água em Erechim
O parlamentar lembra que o último contrato com o município, entre 1998 a 2008, a Corsan faturou R$ 230 milhões, sem investir sequer no tratamento de esgotos.
Assessoria
por  Assessoria
04/06/2021 18:57 – atualizado há 4 meses
Continua depois da publicidadePublicidade

O vereador Claudemir de Araújo protocolou nesta sexta-feira, 04, um pedido de providências propondo ao Poder Executivo a realização de um estudo técnico e financeiro para municipalização da água em Erechim.

Segundo o parlamentar, a Companhia Riograndense de Saneamento tem no município cerca de 50 mil economias. “No ano de 2020 a Corsan faturou R$ 50 milhões. Lembro que findou o contrato de concessão 1998 a 2008, com faturamento aproximado de R$ 230 milhões.

Divulgação

Araújo ainda destaca que a companhia não estaria cumprindo acordos e, por isso, se faz necessário o estudo técnico. “Numa concessão de 30 anos de duração, as partes acordaram e assumiram compromissos diversos. Um deles, ampliações e construções de estações de tratamento de água e efluentes, mas, infelizmente, nada foi cumprido. Resta lembrar e registrar que durante os últimos 12 anos de vigência do contrato de concessão, mesmo com efeito suspensivo, a Corsan faturou cerca de R$ 400 milhões, sendo que pouco ou quase nada foi reinvestido em Erechim, que proporcionou uma arrecadação invejável aos cofres da companhia”, pondera o vereador.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...