Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Segurança
Justiça nega pedido de exame de sanidade mental para autor de ataque a creche em Saudades
O motivo da negativa foi o estado de saúde do agressor que impediria a realização do teste.
NSCTotal
por  NSCTotal
06/05/2021 13:37 – atualizado há 2 meses
Continua depois da publicidadePublicidade

A Justiça negou o pedido de exame de sanidade mental do autor do ataque a creche em Saudades, no Oeste de SC. A solicitação foi feita pela defesa na quarta-feira (5) após a autuação em flagrante por cinco homicídios e uma tentativa do crime. O motivo da negativa foi o estado de saúde do agressor que impediria a realização do teste. Ele segue hospitalizado em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), do Hospital Regional do Oeste, em Chapecó.

Ataque ocorreu na manhã desta terça-feira.(Foto: Simone Fernandes, Arquivo Pessoal/NSC)

Segundo o advogado Kleber dos Passos Jardim, um novo pedido deve ser feito quando o jovem de 18 anos apresentar melhoras em sua condição de saúde. A Polícia Civil também aguarda a recuperação para interrogar o agressor.

A defesa do jovem é feita por um advogado de Indaial, no Médio Vale do Itajaí. Kleber conta que só teve contato com o tio do jovem. Nos próximos dias, um boletim mais detalhado sobre o estado de saúde do homem deve ser acrescentado ao processo.

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) pediu a prisão preventiva do jovem. A conversão garante que o autor siga preso durante a investigação dos fatos.

Na quarta, a Justiça autorizou a perícia em dois computadores e um pen drive encontrados na casa do jovem. Serão analisados e-mails e mensagens trocadas pelas redes sociais. A polícia ainda tenta decifrar a motivação do ataque.

Em depoimento, mãe e irmã descreveram o jovem como uma pessoa quieta e com poucos amigos. O facão usado no crime teria sido comprado poucos dias antes, segundo relataram as familiares.

O crime

O jovem de 18 anos invadiu a creche Infantil Pró-Infância na manhã de terça-feira (4). Armado com um facão, ele desferiu golpes contra uma professora e uma agente educacional. Quatro crianças também foram feridas pelo homem. Três delas morreram.

Os corpos das cinco vítimas foram enterrados na quarta-feira no Cemitério Municipal de Saudades.

O único sobrevivente é um bebê de 1 ano e 8 meses. Ele foi transferido na quarta para o Hospital da Criança, em Chapecó. Segundo boletim médico divulgado nesta quinta-feira (6), a criança tem estado de saúde estável.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...