Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cidade
Lixeiras públicas são exclusivas para uso de pedestres
A utilização das lixeiras públicas para armazenamento de resíduos do comércios ou de residências tem contribuído para o desgaste das mesmas, devido ao peso do lixo que elas tem acondicionado
Ascom
por  Ascom
12/04/2021 15:46 – atualizado há 1 mês
Continua depois da publicidadePublicidade

A Secretaria de Meio Ambiente alerta os moradores de Erechim sobre a utilização correta das lixeiras públicas dispostas em canteiros e passeios públicos do município. Conforme o secretário de Meio Ambiente, Cristiano Moreira, as lixeiras que encontram-se nos passeios e canteiros centrais são exclusivamente para os pedestres, não devendo ser utilizadas pelo comércio e população colocar seu lixo seco e orgânico.

“O comércio e a população devem ter sua própria lixeira, admitindo-se que coloque o lixo devidamente separado no passeio, em frente ao seu estabelecimento, desde que 1 hora antes da coleta”, explica o secretário.
Divulgação Ascom

A utilização das lixeiras públicas para armazenamento de resíduos do comércios ou de residências tem contribuído para o desgaste das mesmas, devido ao peso do lixo que elas tem acondicionado. 

“Com a colocação de lixos residenciais, por exemplo, nestas lixeiras, elas acabam estragando, por muitas vezes quebrando, o que gera a substituição e gasto do Poder Público para substituí-las, o que poderia ser evitado se todos tivessem consciência sobre a importância do descarte correto do lixo”, esclarece Cristiano.

Monitoramento

Neste primeiro momento, a Secretaria de Meio Ambiente estará monitorando e orientando diversos estabelecimentos e residências da cidade a fim de evitar o descarte irregular de lixo. Após essa etapa, persistindo o descarte irregular, a pasta do Meio Ambiente irá emitir uma autuação, com multa no valor de 320 URMs (R$ 1.427,20), além do reparo ao dano causado à lixeira.

Vale destacar ainda que, em alguns pontos das avenidas centrais foram detectados o descarte irregular de lâmpadas fluorescentes que causam um enorme prejuízo ao meio ambiente.

“Desde que assumimos a pasta do Meio Ambiente estamos fazendo um levantamento das lixeiras com danos para posterior substituição. Hoje, aproximadamente 30 lixeiras estão estragadas sendo indispensável a sua substituição, o que deve ocorrer nos próximos 15 dias”, conclui o secretário.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...