Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Saúde
Saúde prepara distribuição de mais de cinco mil concentradores de oxigênio
Equipamentos foram doados ao SUS pela iniciativa privada, ampliando a assistência a pacientes com Covid-19
Agência Brasil
por  Agência Brasil
07/04/2021 18:02 – atualizado há 1 mês
Continua depois da publicidadePublicidade

O Ministério da Saúde prepara a distribuição dos concentradores de oxigênio doados ao Sistema Único de Saúde (SUS) por 12 empresas privadas. Até o momento, são 5.133 equipamentos que irão auxiliar no tratamento de pacientes com Covid-19 na rede pública de saúde.

Nesta quarta-feira, dia 7, um carregamento com 1.899 equipamentos foi entregue no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. Os concentradores chegarão ao país, de forma escalonada, até o dia 14 de abril – a ação de logística para a entrega aos estados brasileiros será coordenada pelo Ministério da Saúde durante este mês de abril.

A aquisição foi possível após a abertura de um edital de chamamento público, em uma ação coordenada pelo Ministério da Saúde e pelo Ministério da Economia – as inscrições do chamamento estão abertas até o dia 8 de abril.

Participam da iniciativa as seguintes empresas: Bradesco, BRF, B3, Embraer, Gerdau, Grupo Ultra, Itaú, Magazine Luiza, Marfrig, Natura &CO, Suzano e Unipar. A Air Liquide Brasil fez a cotação para a importação dos equipamentos, ao custo total de R$ 35 milhões.

Os concentradores de oxigênio funcionam como mini usinas, podendo produzir, diariamente, o equivalente a mais de 7m3 de oxigênio com 93% de pureza, adequado ao consumo humano. Os equipamentos são usados em pacientes leves e moderados com covid-19, oferecendo cerca de cinco litros de oxigênio por minuto.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...