Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cidade
“Neste momento não há desabastecimento de medicamentos”, afirma Polis sobre hospitais de Erechim
O prefeito explicou também que os hospitais utilizam oxigênio a granel e que estão bem servidos deste produto.
Leandro Vesoloski
por  Leandro Vesoloski
12/03/2021 09:49 – atualizado há 2 meses
Continua depois da publicidadePublicidade

No auge da segunda onda da pandemia de coronavírus, municípios polos em saúde sofreram com baixos estoques de medicamentos, especialmente sedativos e anestésicos, fazendo com que cirurgias eletivas fossem adiadas. Nesta semana a prefeitura de Soledade solicitou doações de cilindros para envase de oxigênio.

Na manhã desta sexta-feira, 12, em entrevista ao vivo ao Portal AU Online, o prefeito de Erechim Paulo Polis afirmou que não há desabastecimento de medicamentos para tratamento de pacientes com Covid nos hospitais da cidade e ressaltou que o maior problema é a exaustão das equipes de saúde.

O prefeito explicou que os hospitais utilizam oxigênio a granel e que  estão bem servidos deste produto. “ Os nossos hospitais tem uma reserva muito boa de oxigênio, havia uma dificuldade do oxigênio em cilindro, mas uma nova remessa foi recebida na quarta-feira”.

Com relação aos medicamentos o prefeito disse que se esperava que o pico da pandemia duraria duas ou três semanas e explicou que se a alta no número de internações prosseguir, os estoques terão que ser reforçados. 

“Por enquanto não temos problema de desabastecimento de medicamentos e o maior problema é o esgotamento das equipes”, concluiu Polis.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...