Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Foto: Marcelo Warth/Especial/O Sul
Rio Grande do Sul
Cidades do Litoral Norte gaúcho decidem decretar lockdown no fim de semana
Todas as demais atividades não essenciais deverão estar fechadas da 0h de sexta-feira (05) até as 5h de segunda-feira (08)
O Sul
por  O Sul
03/03/2021 22:26 – atualizado há 2 meses
Continua depois da publicidadePublicidade

Preocupada com o avanço da pandemia de coronavírus no Rio Grande do Sul, a Amlinorte (Associação dos Municípios do Litoral Norte) decidiu, nesta quarta-feira (03), decretar lockdown no próximo fim de semana.

A medida será adotada nas cidades litorâneas e da encosta da Serra Gaúcha, a fim de diminuir a propagação do vírus. A decisão contou com a maioria dos votos dos prefeitos dos municípios da associação, que optaram por serem mais restritivos do que o decreto do governo do Estado.

O lockdown prevê o fechamento de todas as atividades econômicas, incluindo supermercados. Farmácias deverão funcionar com sistema de tele-entrega, assim como os restaurantes. Os postos de combustíveis permanecerão abertos, com as lojas de conveniência fechadas. Todas as demais atividades não essenciais deverão estar fechadas da 0h de sexta-feira (05) até as 5h de segunda-feira (08). As atividades essenciais permanecerão em funcionamento.

“Nossa proposta é aliviar a tensão no sistema de saúde, que se encontra completamente esgotado no Litoral Norte do Rio Grande do Sul”, explicou o presidente da Amlinorte, o prefeito de Itati, Flori Werb.

A Amlinorte levou em conta na decisão os elevados índices de contaminação e óbitos na região, atendendo também a orientação do Centro de Operações de Emergência da 18ª Coordenadoria Regional de Saúde do Litoral Norte. A região se encontra em colapso na rede assistencial de saúde, com aumento no número de pacientes em fila de espera aguardando leitos.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...