Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Marcello Casal Jr/ Agência Brasil
Economia
Bolsonaro pediu auxílio emergencial a partir de R$ 250
Equipes econômica e de articulação política do governo levaram aos presidentes da Câmara e do Senado proposta do benefício.
Rádio Guaíba
por  Rádio Guaíba
12/02/2021 17:34 – atualizado há 3 meses
Continua depois da publicidadePublicidade

A reunião que terminou na tarde desta sexta-feira, na residência oficial da Presidência da Câmara, teve como tema o novo auxílio emergencial. Segundo pessoas presentes, a pedido do presidente Jair Bolsonaro, a equipe econômica apresentou um valor de no mínimo R$ 250 aos presidentes da Câmara e do Senador, Arthur Lira (PP-AL) e Rodrigo Pacheco (DEM-MG), respectivamente.

O valor do auxílio, no entanto, pode chegar a R$ 300. Vai depender do número de parcelas. Se forem três, crescem as chances de o valor ser de R$ 300. Mas, no caso de 4 parcelas, a tendência é de que o benefício seja de R$ 250.

Pelo acordo, o Senado vai incluir na PEC do Pacto Federativo e Emergencial uma “cláusula de calamidade” para permitir o pagamento do auxílio sem estourar o teto de gastos. A intenção é voltar a pagar o auxílio em março. Um dos presentes na reunião disse que o clima na reunião se manteve tranquilo: “Bem diferente do que acontecia na presença do (ex-presidente) Rodrigo Maia”.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...