Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Rio Grande do Sul
Nova remessa de 193,2 mil vacinas CoronaVac chegou ao RS neste domingo (7)
A distribuição para as 18 Coordenadorias Regionais de Saúde será realizada no início da manhã de segunda-feira (8), com apoio aéreo e terrestre.
Secom/RS
por  Secom/RS
07/02/2021 16:20 – atualizado há 26 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

O Rio Grande do Sul recebeu, na manhã deste domingo (07), 193,2 mil doses da CoronaVac, do Instituto Butantan. O avião com os frascos chegou ao Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre, às 10h50. Com esta quarta remessa de vacinas contra a Covid-19 enviada pelo Ministério da Saúde (MS), o governo do Estado iniciará a segunda fase de imunização, incluindo idosos acima de 85 anos, além de ampliar a cobertura dos profissionais da saúde.

Do aeroporto, as doses seguiram para a Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (Ceadi). A distribuição para as 18 Coordenadorias Regionais de Saúde (CRSs) será realizada no início da manhã de segunda-feira (8/2), com a mesma logística utilizada nas outras vezes, com apoio aéreo e terrestre.

As coordenadorias 1ª (Porto Alegre), 8ª (Cachoeira do Sul), 13ª (Santa Cruz), 16ª (Lajeado), 18ª (Osório) e a Secretaria Municipal de Saúde da capital têm prevista a retirada das doses por via terrestre. As demais serão distribuídas com aeronaves da Brigada Militar e da Polícia Civil. A previsão é de que todas as CRSs estejam em posse dos frascos no início da tarde de segunda.

Do aeroporto, as doses seguiram para a Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos - Foto: Luís André/Palácio Piratini

Idosos e profissionais da saúde

A expectativa, com a nova remessa, é vacinar 43% dos idosos com 85 anos ou mais (cerca de 150 mil pessoas) e, ainda, atingir 78% do grupo de profissionais da saúde (mais 44,3 mil doses para esses trabalhadores). A região do Litoral receberá a quantidade equivalente para vacinar 100% das pessoas da faixa-etária desta fase, levando em consideração um grande volume de idosos que está com residência na praia, até mesmo em função do verão e da pandemia, explicou a secretária da Saúde, Arita Bergmann.

Diferentemente da primeira remessa de vacinas recebidas, todas as 193,2 mil doses serão repassadas e utilizadas para a primeira aplicação, sem reserva pelo Estado. 

“Estamos seguros de receber doses suficientes em tempo hábil para a segunda aplicação de todos que receberem a primeira”, explicou a diretora do Centro Estadual de Vigilância em Saúde, Cynthia Molina Bastos.

Cabem às prefeituras organizar a aplicação das doses e divulgar aos moradores como ocorrerá o processo em cada município, seja de forma presencial nas unidades de saúde, por drive-thru ou outro formato. A recomendação da Secretaria da Saúde (SES) é para que seja feito um pré-cadastro da população-alvo e, se possível, com agendamento prévio, de forma a evitar aglomeração nos locais de vacinação e também desperdício, já que cada frasco-ampola da CoronaVac contém dez doses que devem ser aplicadas de forma sequencial e imediata. Além disso, a SES reforça a necessidade de cadastrar cada dose aplicada no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI) e no formulário de controle do Estado.

“É importante que todos estejam atentos à forma como o seu município se organiza para garantir a imunização dos idosos das suas famílias, e os municípios devem estar comprometidos a organizarem para que essa vacina chegue às pessoas que estão nessa faixa etária, mais de 85 anos, de forma adequada, sem gerar situações de aglomeração”, reforçou o governador Eduardo Leite durante transmissão ao vivo nas redes sociais na última sexta-feira (5/2).

Todas as 193,2 mil doses serão repassadas e utilizadas para a primeira aplicação, sem reserva pelo Estado - Foto: Itamar Aguiar/Palácio Piratini

Painel de vacinas

Com as 511,2 mil doses já recebidas, o Estado vacinou até agora quase 230 mil pessoas com ao menos a primeira dose. São 187 mil profissionais da saúde, 33,2 mil moradores de instituições de longa permanência para idosos (ILPIs), 7,8 mil indígenas e 1,4 mil pessoas portadoras de deficiência institucionalizadas.

Esta é a quarta remessa de vacinas recebidas pelo Estado. O primeiro lote, com 341,8 mil vacinas CoronaVac, chegou em 18 de janeiro. Outras 116 mil vacinas da Oxford/AstraZeneca foram recebidas em 24 de janeiro, e a terceira remessa, 224,2 mil doses da CoronaVac, no dia 1º de fevereiro.

Acompanhe a atualização diária de vacinas recebidas, distribuídas e aplicadas no RS em vacina.saude.rs.gov.br.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...