Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Rio Grande do Sul
RS já registrou mais de 200 denúncias de fura-filas da vacina da Covid
Conselho do órgão elaborou nota e vai priorizar investigações.
Rádio Guaiba
por  Rádio Guaiba
26/01/2021 23:09 – atualizado há 6 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

Lançado nessa segunda-feira pela Secretaria Estadual da Saúde, o sistema de denúncias de fura-filas da vacinação no Rio Grande do Sul já contabiliza 89 acusações, em diversos municípios gaúchos. A iniciativa recebe apoio do Ministério Público, que também conta com canal para esse mesmo fim. Segundo o SIAC (sistema de denúncias do MPRS), de sexta-feira até agora foram apresentadas 117 denúncias, o que totaliza 206. As informações foram publicadas pela colunista Taline Oppitz, do Correio do Povo.

Entre os denunciados, que fazem parte do grupo prioritário da fase um da imunização, mas podem ter recebido a vacina, há dentistas, enfermeiros que não atendem pacientes com Covid-19 e farmacêuticos, por exemplo.

Nesta terça, o Conselho Nacional dos Procuradores-Gerais dos Ministérios Públicos dos estados e da União elaborou nota após reunião, em Brasília. O texto manifesta reprovação veemente em face dos numerosos episódios de violação das ordens de prioridade para a aplicação das vacinas estabelecidas pelas autoridades.

Segundo o Procurador-geral de Justiça do Rio Grande do Sul, Fabiano Dallazen, que comanda o grupo, os integrantes do MP estabeleceram que as investigações dos casos terão absoluta prioridade.

“Nos casos de autoridades públicas que praticarem a ação, claramente há crime de ato de improbidade administrativa. Em episódios envolvendo outras pessoas, estamos averiguando qual a conduta adequado para a imposição de sanções e se elas se darão também no campo criminal”, disse Dalazzen à coluna, após a reunião na capital federal.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...