Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Ilair Junior/Giramundo
Esporte
Com mesmo número de pontos de Brusque e Londrina, Pedrinho lamenta não acesso do Ypiranga à Série B
Atleta prevê um 2021 de conquistas para o Canarinho.
AV/Assessoria
por  AV/Assessoria
20/01/2021 16:17 – atualizado há 48 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

A segunda fase da Série C chegou ao fim no último final de semana e com o término foi definido os quatro times que disputarão a segundona nacional em 2021. São os seguintes clubes: Remo, Vila Nova, Brusque e Londrina.

Uma das equipes que mais lamentou o fato de não ter conquistado o acesso foi o Ypiranga. Somando a primeira e a segunda fase, o clube de Erechim fez um total de 38 pontos, mesma pontuação de que Londrina e Brusque. Os comandados de Celso Teixeira estavam ficando com uma das vagas da Série B, pois na última rodada venciam, em casa, o Paysandu por 1×0, e Remo e Londrina estavam empatando em 0x0 no estádio Mangueirão. No entanto, aos 42 minutos do segundo tempo, Gilberto Alemão fez um gol contra e permitiu que o Londrina vencesse a partida por 1×0 e ultrapassasse o Ypiranga na chave.

O meia Pedrinho, uma das principais lideranças do Ypiranga, lamentou o fato de o time gaúcho ter batido na trave pelo acesso.

“Fizemos um campeonato muito bom. Lideramos na primeira fase ficando no G-4 boa parte das 18 rodadas. O grande erro foi não termos começado bem a segunda fase. Perdemos os três primeiros jogos e cometemos erros que nos custaram caro. Mostramos poder de reação, saímos invictos no returno da segunda fase, mas não dependíamos mais das nossas próprias forças para buscar o acesso. Ficamos chateados, pois pelo que trabalhamos merecíamos o acesso”, declarou o atleta de 28 anos.

Com experiências no futebol paranaense, catarinense, mineiro, pernambucano e baiano, Pedrinho pôde nesta última temporada defender uma camisa de um clube do Rio Grande do Sul. A experiência agradou o meia. “Primeira vez que atuo no futebol gaúcho e gostei bastante, tive diversas oportunidades. Só não foi perfeito, pois acabei positivando para Covid, perdi momentos decisivos da Série C e acabamos não conquistando o acesso. Mas, de maneira geral, foi uma temporada positiva e que quando estive em campo consegui ter boas atuações”, argumentou o jogador que já atuou por clubes como Santa Cruz e Operário de Ponta Grossa.

Pedrinho tinha vínculo com o Ypiranga até o final da Série C. Ele agora espera definir nos próximos dias a sequência de sua carreira. Existe a possibilidade de renovação com o Ypiranga. 

“Espero ter um 2021 de conquistas. Primeiro coletivamente e depois individualmente. Que seja um ano de regularidade, mantendo entre os melhores do campeonato que eu for disputar. Agora com final da Série C vou estudar o melhor cenário para a sequência da minha carreira”, finalizou.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...