Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Segurança
Polícia encontra “fábrica de dinheiro” em SC
Três pessoas foram presas em flagrante. Foram encontrados R$ 70 mil nos locais revistados pela Polícia Militar.
NSCTotal
por  NSCTotal
20/01/2021 13:14 – atualizado há 3 meses
Continua depois da publicidadePublicidade

Uma quantia de R$70 mil foi apreendida na noite desta terça-feira (19), no bairro Nova Esperança, em Blumenau. Os suspeitos pela falsificação de moeda foram presos encaminhados à Polícia Federal.

A Polícia Militar recebeu uma denúncia de tráfico de drogas por volta das 21h e foi averiguar a situação. A guarnição seguiu um veículo suspeito, notou movimentações estranhas e solicitou então que o carro parasse.

Na revista do veículo, foram encontrados cerca de R$ 20 mil em dinheiro falso. As cédulas eram de R$ 200. Também foram encontradas 20 gramas de maconha. O motorista de 31 anos informou aos policiais o endereço dele e mais um local onde haviam mais cédulas falsificadas.

Outra equipe da PM foi acionada para ir até a casa do motorista que foi parado. Lá estava a companheira dele, uma jovem de 23 anos, mais dinheiro falso e equipamentos utilizados para produzir as cédulas falsificadas.

No outro endereço informado pelo homem que estava no carro, encontraram mais uma pessoa suspeita de estar envolvida no esquema de falsificação. Um homem de 35 anos. Era neste local que funcionava a gráfica de moeda falsa, segundo informações da Polícia Militar. Além das cédulas, no imóvel também foram encontradas 8 gramas de cocaína.

Somando o valor encontrado no carro e nas duas casas, foram apreendidos R$ 70 mil em dinheiro falso, impressoras e o material utilizado para a confecção das cédulas. De acordo com as informações da Polícia Militar, o grupo produzia cerca de R$ 500 mil por mês em cédulas falsas.

As três pessoas foram presas e encaminhas para a Delegacia da Polícia Federal, em Itajaí, junto com o material apreendido, já que a PF é responsável por investigar crimes de falsificação de moeda.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...