Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cidade
Coohorti realiza primeira entrega de alimentos para o Programa de Aquisição de Alimentos em Erechim
Os alimentos foram repassados para a Unidade Recebedora, Sesc Mesa Brasil Erechim, que destinará às entidades socioassistenciais da região.
Assessoria de Imprensa da Emater/RS-Ascar /Jornalista Taline Schneider
por  Assessoria de Imprensa da Emater/RS-Ascar /Jornalista Taline Schneider
14/01/2021 13:54 – atualizado há 4 meses
Continua depois da publicidadePublicidade

A Cooperativa de Hortifrutigranjeiros, Doces e Conservas Coloniais Santa Catarina de Cacique Doble (Coohorti) realizou a primeira entrega de alimentos para o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), na modalidade Compra com Doação Simultânea, na terça-feira (12/01). Os alimentos foram repassados para a Unidade Recebedora, Sesc Mesa Brasil Erechim, que destinará às entidades socioassistenciais da região que realizam atendimento ao público em vulnerabilidade social.

O PAA é uma política pública criada pelo governo federal no ano de 2003 com as finalidades básicas de promover o acesso à alimentação e incentivar a Agricultura Familiar. Neste sentido, por meio da modalidade Compra com Doação Simultânea, objetiva a aquisição de alimentos da Agricultura Familiar, com recursos federais, e destinação ao público em vulnerabilidade social e em situação de insegurança alimentar. A execução do programa é viabilizada por meio de projetos de cooperativas da Agricultura Familiar, operacionalizados via Conab ou pelos agricultores e Prefeituras.

Nesta modalidade do PAA, quando operacionalizada por organizações formais, o limite de comercialização é de R$ 8 mil por Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP Física) por ano. Para participar do programa é necessário que a cooperativa seja detentora de DAP Jurídica e os agricultores associados (beneficiários fornecedores) sejam detentores de DAP Física ativa.

A Proposta de Participação – Doação Simultânea, da Coohorti, elaborada com o apoio e orientação da Emater/RS-Ascar por meio da Unidade de Cooperativismo de Erechim e do Escritório Municipal de Cacique Doble, contempla a participação de sete beneficiários fornecedores, dentre eles, agricultores e agricultoras familiares e indígenas. O Plano de Execução para o ano de 2021 estabelece que os beneficiários fornecedores, por meio da Coohorti, irão fornecer aproximadamente 20t de alimentos (tomate, repolho, pepino, tempero verde, mandioca, melancia, melão e pêssego) totalizando mais de R$ 50 mil em alimentos. A operacionalização da referida proposta ocorrerá por intermédio da Conab que, neste caso, é o órgão do governo que compra os alimentos da cooperativa e doa às unidades recebedoras do programa.

Para o membro da Direção da Cooperativa Coohorti, Cleomir Antonio Zaparoli, a comercialização para o PAA é importante para alavancar as vendas neste momento de pandemia e contribui para estimular a produção e a comercialização para outros mercados, impactando positivamente com o incremento no faturamento da cooperativa e de seus associados fornecedores. Zaparoli destaca ainda a relevância do papel da Conab como órgão que viabiliza a operacionalização do PAA, e do apoio e da orientação da Emater, por meio da Unidade de Cooperativismo de Erechim e do Escritório Municipal de Cacique Doble, na articulação com a Conab e com a entidade recebedora, neste caso o Sesc Mesa Brasil de Erechim, e na elaboração da Proposta de Participação da cooperativa no PAA, bem como no acompanhamento da execução.

Segundo o extensionista da Emater de Cacique Doble, Amauri Pivotto, a fim de cumprir com o fornecimento dos alimentos para o PAA, é necessário organização da produção por parte dos agricultores e da cooperativa, “contudo, a venda é garantida, fator que estimula a produção e gera renda para os agricultores e para a cooperativa”.

Para o extensionista da Unidade de Cooperativismo de Erechim, Cleunir Augusto Paris, as políticas públicas de aquisição de alimentos da Agricultura Familiar, operacionalizadas por meio do PAA e/ou do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), possuem papel fundamental para a segurança alimentar e nutricional dos beneficiários recebedores (população em vulnerabilidade social e estudantes da rede de ensino fundamental pública). “Os referidos programas são estratégias inovadoras e determinantes para a sustentabilidade da Agricultura Familiar, pois contribuem significativamente para geração e apropriação de renda a partir da produção e do consumo local, cadeias curtas, estimula a organização, gera segurança e soberania alimentar e nutricional, enfim contribuem positivamente para a sustentabilidade socioeconômica, ambiental e cultural, aspectos estes peculiares ao modo de vida e de produção familiar”.

Paris destaca ainda a relevância do trabalho da Emater na efetivação das referidas políticas públicas, pois atua no acompanhamento técnico da produção e como facilitadora de processos de comercialização, estreitando as relações entre os fornecedores (cooperativas e agricultores familiares) e os órgãos públicos compradores de alimentos.
Para a nutricionista do Sesc Mesa Brasil de Erechim, Tarline Feihrmann, é muito importante receber estas doações através do PAA, “pois podemos beneficiar as Instituições Sociais com alimentos diversificados, melhorando a qualidade da alimentação e o valor nutricional das refeições".

O superintendente da Conab no Rio Grande do Sul, Carlos Bestétti, afirma que o PAA é o melhor programa destinado a agricultura familiar que conhece, “pois atente dois setores ao mesmo tempo – produção e consumidores. Destaca que dentre os destinatários dos produtos estão aqueles que mais precisam e lamenta que os recursos ainda não sejam suficientes para atender toda a demanda existente”. Bestétti ressalta a importância das parcerias para a execução do programa, que conta com as cooperativas para a organização da produção, com o Sesc Mesa Brasil e outras entidades que organizam a distribuição dos alimentos, atendendo principalmente os grupos de pessoas que se encontram em vulnerabilidade social. Aproveita a oportunidade para agradecer a todos que colaboram para a execução exitosa do programa, evidenciando a participação das cooperativas, Emater, Mesa Brasil e os colegas empregados da Conab que não medem esforços para que o programa seja um sucesso no Estado.

A Coohorti é beneficiária do Programa de Extensão Cooperativa - PEC/RS, programa da Seapdr e do Mais Gestão, programa da Anater, ambos executados pela Emater/RS por meio das Unidades de Cooperativismo. Programas que objetivam o aprimoramento da gestão dos empreendimentos, bem como a prospecção e inserção em mercados.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...