Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Santa Catarina
11 vítimas da enxurrada de Presidente Getúlio, em SC, já foram identificadas
Entre as vítimas, há pelo menos três pessoas da mesma família e uma criança - que não teve o nome e a idade revelados.
NSCTotal
por  NSCTotal
18/12/2020 08:22 – atualizado há 35 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

Onze das 12 pessoas mortas na enxurrada que atingiu a região do Vale do Itajaí entre a noite de quarta-feira (16) e a tarde desta quinta (17) foram identificadas pelo Instituto Geral de Perícias (IGP). Entre as vítimas, há pelo menos três pessoas da mesma família e uma criança - que não teve o nome e a idade revelados.

​​Segundo o IGP, uma das vítimas é Francieli Hamm Wiese, de 34 anos. Natural de Ituporanga, ela tinha dois filhos adotados, de 5 e 13 anos. Além dela, outras duas pessoas da mesma família foram identificadas entre as vítimas. O filho mais novo, estaria desaparecido, segundo familiares relataram à reportagem.

Francieli Hamm Wiese, de 34 anos(Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação)

Procurada, a assessoria de imprensa do IGP não confirmou se a criança identificada seria o filho de Francieli. Em nota, o órgão informou, apenas, que não divulgaria dados sobre vítimas menores de idade, em conformidade com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Confira quem são as vítimas identificadas

1 - Pâmela Tais Miranda, 19 anos, natural de Blumenau.

2 - Francieli Hamm Wiese, 34 anos, natural de Ituporanga.

3 - Uma criança.

4 - Vera Kloth, 48 anos, natural de Presidente Getúlio.

5 - Alexia Correa do Nascimento, 19 anos, natural de Brusque.

6 - Daniel Wiese, 44 anos, natural de Presidente Getúlio.

7 - Dieter Wiese, 50 anos, natural de Presidente Getúlio.

8 - Elsa Hilma Wiese, 82 anos, natural de Presidente Getúlio.

9 - Lourdes Sehnem, 57 anos, natural de Presidente Getúlio.

10 - Lino Leopoldo Sehnem, 89 anos, natural de Imaruí.

11 - Andrei Rangel Bozan, 28 anos, natural de Presidente Getúlio.

A identificação dos corpos ocorreu por meio da digital das vítimas, coletada pelos papiloscopistas. A perícia teria encontrado dificuldades para realizar o trabalho ao longo do dia, devido a falta de água no local.

​​O atendimento aos familiares ocorre no ginásio de Esportes Pereirão, onde também estão equipes de psicólogos e assistentes sociais.

Defesa Civil confirma 12 vítimas

A Defesa Civil confirmou no final da tarde desta quinta, 12 óbitos: nove em Presidente Getúlio, duas em Rio do Sul e uma em Ibirama. Nove pessoas seguem desaparecidas, sete delas em Presidente Getúlio.

Quatro regiões de SC estão em risco de deslizamentos após chuvaque causou mortes e destruição

Ao menos quatro regiões de Santa Catarina correm risco de deslizamentos nesta sexta-feira (18). O alerta ocorre por conta da chuva que atingiu o Estado na madrugada de quinta (17) e provocou a enxurrada que matou 12 pessoas e deixou rastro de destruição no Vale do Itajaí. 

A Defesa Civil pede maior atenção aos moradores do Alto Vale do Itajaí, onde o risco de deslizamentos de terra é considerado "muito alto". Na região, as chuvas que caíram nas últimas 72h somam valores superiores aos 200 mm. 

Na área de maior risco, o órgão recomenda máxima atenção a qualquer movimento de terra, inclinações de postes e de árvores próximo de suas casas, além de cuidado com o aparecimento de rachaduras em muros ou paredes. 

Além disso, o Médio e o Baixo Vale e a Grande Florianópolis seguem em atenção, também com risco alto para deslizamentos. Nessas três regiões, o volume de água chegou a 150 mm nas últimas horas, segundo a Defesa Civil.

Outras quatro regiões estão em observação e correm risco moderado: Planalto e Litoral Sul, Planalto e Litoral Norte.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...