Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Santa Catarina
Chuva melhora condição de rios em SC mas, no Alto Uruguai Gaúcho persiste estiagem
34 dos 40 rios monitorados já apresentam níveis hídricos considerados normais. No Alto Uruguai Gaúcho as águas continuam escassas e o nível dos rios não sofreram muitas alterações.
Redação/NSC
por  Redação/NSC
08/12/2020 19:37 – atualizado há 6 dias
Continua depois da publicidadePublicidade

O acumulado de chuvas registrado nos últimos dias em Santa Catarina melhorou a condição hidrológica dos rios e indica uma recuperação da normalidade após meses de severa estiagem, aponta a Epagri/Ciram, órgão estadual de monitoramento do tempo e do clima no Estado.

O nível da água no lago da Hidrelétrica de Itá teve uma leve alta.

Segundo boletim hidrológico emitido pelo órgão nesta terça-feira (8), 34 dos 40 rios monitorados já apresentam níveis hídricos considerados normais. As exceções são situações pontuais em Concórdia e Mondaí, ambas no Oeste catarinense.

— Aparentemente, houve uma recuperação da condição hidrológica, principalmente do solo, devido às chuvas registradas nos últimos dias. A capacidade de armazenamento do solo, do ponto de vista da agricultura, também está elevada e voltou à normalidade — comenta Guilherme Miranda, pesquisador de hidrologia da Epagri/Ciram.

De acordo com dados do órgão, o acumulado de chuvas na última semana, entre 1º e 7 de dezembro, foi maior na região do Litoral Norte catarinense, com uma precipitação média acumulada de 124,1 milímetros.

A região da Grande Florianópolis foi a segunda com maio precipitação média acumulada, 113,6 milímetros. Já no Oeste, região que tem sido mais afetada pela estiagem, o acumulado ficou em 58,2 milímetros.

Apesar do cenário mais otimista, o pesquisador Guilherme Miranda ressalva que uma recuperação plena dos efeitos da estiagem ainda levará tempo. Ele destaca que Santa Catarina registrou o mês de outubro mais crítico dos últimos 90 anos em relação à escassez de chuvas.

— Seguimos acompanhando essa situação de recuperação da estiagem. Digamos que houve uma recuperação, mas ainda tem muito a recuperar, principalmente os grandes reservatórios de água das usinas hidrelétricas. É importante a gente seguir acompanhando. Foi uma estiagem bastante severa — afirma.

Dezembro deve ter alternância entre dias secos e chuvosos

Segundo o meteorologista da NSC Comunicação, Leandro Puchalski, os próximos dias devem ser de tempo mais seco em Santa Catarina, sobretudo na região Oeste. No entanto, olhando para o mês de modo geral, a previsão é que não haja períodos longos sem chuva como ocorreu nos últimos meses.

Dias de sol e tempo seco nós teremos, mas não numa sequência tão grande. Sempre com momentos de chuva, inclusive no Oeste. Na virada de quinzena de dezembro, deveremos ter um período mais instável com chuva pelo Estado — comenta Puchalski.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...