Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Saúde
Diabetes gestacional: todo cuidado é pouco
A diabetes gestacional representa uma preocupação para os serviços de saúde, devido às complicações à gestante e ao bebê.
Adalvane Nobres Damaceno/ Coordenador dos cursos de saúde do Senac Saúde
por  Adalvane Nobres Damaceno/ Coordenador dos cursos de saúde do Senac Saúde
30/11/2020 10:03 – atualizado há 22 dias
Continua depois da publicidadePublicidade

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), a prevalência de hiperglicemia na gestação tem apresentado constante elevação nas últimas décadas, atingindo 15,8% das gestações de nascidos vivos no último ano, trazendo complicações metabólicas a longo prazo e riscos para a gestante e o bebê. Assim, o diagnóstico prévio de diabetes gestacional mostra-se um fator de risco para o desenvolvimento de diabetes tipo 2 na vida adulta, sendo necessário o rastreamento pós-parto para identificar aqueles com maior risco de progressão e introduzir estratégias de prevenção da doença.

Durante a gravidez, para permitir o desenvolvimento do bebê, a gestante passa por mudanças em seu equilíbrio hormonal. A placenta, por exemplo, é uma fonte importante de hormônios que reduzem a ação da insulina, responsável pela captação e utilização da glicose pelo corpo. O pâncreas, consequentemente, aumenta a produção de insulina para compensar este quadro.

O hiperinsulinismo fetal induzido pela hiperglicemia materna faz aumentar o risco da hipoglicemia neonatal, pois o fluxo contínuo de glicose reduz bruscamente a disponibilidade de energia para o recém-nascido. Destaca-se que a hipoglicemia neonatal pode resultar em déficits neurológicos a longo prazo, bem como, quando o bebê é exposto a grandes quantidades de glicose ainda no ambiente intra-uterino, há maior risco de crescimento excessivo (macrossomia fetal) e, consequentemente, partos traumático e até diabetes na vida adulta.

A diabetes gestacional representa uma preocupação para os serviços de saúde, devido às complicações à gestante e ao bebê. Como forma de prevenção estão o acompanhamento no pré-natal e o pós-parto para diminuição de riscos. Esse é um assunto sério e que pode mudar a forma de viver de mães e bebês.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...