Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Esporte
Flamengo decide pela saída de Domènec Torrent
Mauricio Souza, da equipe sub-20, comanda a equipe interinamente.
GE
por  GE
09/11/2020 15:05 – atualizado há 14 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

Depois das duas goleadas consecutivas sofridas no Campeonato Brasileiro - 4 a 1 para o São Paulo e 4 a 0 para o Atlético-MG -, o Flamengo tomou a decisão nesta segunda-feira de demitir o técnico Domènec Torrent. Mauricio Souza, da equipe sub-20, comanda a equipe interinamente.

A decisão foi tomada no dia seguinte à mais uma goleada sofrida no Brasileirão. No Mineirão, o Flamengo tinha a possibilidade de assumir a liderança isolada do campeonato, mas sofreu dois gols em sete minutos de jogo e perdeu por 4 a 0 para o Atlético-MG, gols de Gustavo Henrique (contra), Keno, Sasha e Zaracho.

Dome foi anunciado pelo Flamengo no fim de julho como substituto de Jorge Jesus, que deixou o clube rumo ao Benfica. De lá para cá, foram 26 jogos, com 15 vitórias, cinco empates e seis derrotas - aproveitamento de 63,8%. Sob comando do ex-auxiliar de Guardiola, os rubro-negros fizeram 42 gols e sofreram 36.

O Flamengo é o atual terceiro colocado do Brasileirão, com 35 pontos - tem a mesma pontuação do Atlético-MG e um a menos que o líder Internacional. A equipe está nas quartas de final da Copa do Brasil (vai enfrentar o São Paulo) e nas oitavas de final da Libertadores (onde pega o Racing).

Rogério Ceni é o nome escolhido pelo Flamengo para o lugar de Domènec Torrent

Rogério Ceni, técnico, Fortaleza — Foto: Thiago Gadelha/SVM

O vice-presidente de futebol, Marcos Braz, que centralizou a decisão para a saída do espanhol já iniciou contatos com o treinador do Fortaleza e tenta persuadi-lo de que deixar o clube nordestino é o melhor para sua carreira. O ex-goleiro teme um novo passo em falso, como em 2019, quando assumiu o Cruzeiro

As conversas com Rogério Ceni começaram no início da manhã desta segunda-feira e a oportunidade foi recebida com bons olhos. O treinador reflete entre cumprir o contrato com o Fortaleza até o fim do ano, como prometido, ou repetir o cenário do ano passado. A ótima relação com a diretoria cearense é vista como um ponto a favor, mas o próprio técnico ainda não tem decidido o que é melhor para sua carreira.

Ceni terá tempo para pensar sobre a possibilidade no trajeto de Curitiba até Fortaleza. A delegação deixou a capital paranaense no meio da tarde desta segunda, após perder no sábado para o Athletico-PR. A possibilidade de dirigir um dos melhores times do país seduz, a questão financeira não é problema, mas o histórico recente de tomadas de decisão pesa na balança.

A diretoria rubro-negra tem nomes na manga como opção, mas sem iniciar contatos. Rogério Ceni é o preferido com sobras.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...