Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Vander Luiz Silva Rodrigues/ Ownergy Solar
Cidade
UFFS divulga vídeo da construção da usina fotovoltaica em instalação no Campus Erechim
A previsão é a de que até o final de 2020 a usina entre em operação.
Assessoria
por  Assessoria
27/10/2020 15:05 – atualizado há 17 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

A Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) divulgou, nesta semana, vídeo do estágio atual da construção da usina fotovoltaica em instalação no Campus Erechim. O vídeo tem autoria de Vander Luiz Silva Rodrigues, da empresa Ownergy Solar.

As tratativas para construção da usina iniciaram em fevereiro de 2020, com a realização da primeira reunião entre representantes da UFFS e a empresa contratada para a construção da obra. A iniciativa está sendo possível porque a Instituição foi contemplada com, aproximadamente, R$ 1,7 milhão por meio de um edital do Ministério da Educação (MEC) que prevê a construção de sistemas fotovoltaicos em instituições federais de ensino. A usina deverá suprir a demanda de energia dos campi da UFFS situados em Erechim, Passo Fundo e Cerro Largo.

Conforme o projeto, a potência da usina será de aproximadamente 400 quilowatts pico. O Campus Erechim receberá 22 kits de placas de 18,48 quilowatts pico cada um, sendo que o tamanho da área ocupada pela usina pode variar de 3.400 a 5.000 metros quadrados, dependendo do projeto final.

Conforme o secretário de Obras da UFFS, Fabio Corrêa Gasparetto, “a execução das obras da usina fotovoltaica do Campus Erechim encontra-se em fase final de execução, com aproximadamente 92% das etapas executadas. A empresa responsável teve um pequeno atraso na entrega dos equipamentos devido aos impactos gerados pela pandemia. Mas logo a UFFS terá a primeira usina fotovoltaica, gerando energia limpa, bem como pesquisas nessa área”.

De acordo com o professor da UFFS – Campus Erechim Marcelo Esposito, responsável pela instalação da usina, “a estrutura metálica, a fixação dos módulos fotovoltaicos e dos inversores, bem como a passagem de cabos dos circuitos em corrente contínua e em corrente alternada já foram finalizados. Além disso, os primeiros testes de geração de energia elétrica já foram concluídos”.

Segundo Esposito, “neste momento a subestação da usina fotovoltaica está em fase de construção, e, assim que a RGE indicar qual será a adequação necessária na subestação de alimentação do Campus, este serviço será executado, para então colocar a usina em operação em conjunto com a rede da distribuidora de energia elétrica”.

O professor informa, ainda, que, “de acordo com o contrato, a usina será finalizada até o final do mês de novembro. No entanto, existe um prazo dado pela ANEEL para que a RGE execute sua análise. Estima-se que até o final do mês de dezembro de 2020 todos os trâmites burocráticos sejam resolvidos e o empreendimento entre em operação na modalidade de compensação de energia”.

Veja o vídeo:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...