Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Segurança
Mulher é presa por agredir filha de três anos em Chapecó
A menina recebeu atendimento médico apenas sete dias após a agressão
ClicRDC
por  ClicRDC
07/10/2020 06:46 – atualizado há 13 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

Uma mulher, investigada por agredir a própria filha, de três anos de idade, foi presa preventivamente pela Polícia Civil na tarde de sexta-feira (6). De acordo com os policiais, as agressões provocaram fraturas femorais na criança, que ficou impossibilitada de se locomover.

Ainda de acordo com a apuração da Polícia Civil, a investigada teria agredido a filha no interior da residência da família, em Chapecó. Conforme a investigação, a motivação seria o descontentamento com o fato de que a criança apresentava dificuldades para acionar o mecanismo de descarga de um vaso sanitário.

A Polícia Civil aponta, ainda, que mesmo com as consequências das agressões, a mãe teria se omitido de levar a criança para receber atendimento médico por aproximadamente sete dias, para ocultar o crime. A criança só recebeu socorro quando a situação foi percebida por uma vizinha.

Depois do atendimento médico, os fatos foram comunicados à Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (DPCAMI) de Chapecó. Em 24 horas, o inquérito policial com as provas foi instruído e a prisão preventiva da suspeita foi representada ao Poder Judiciário. Horas depois do parecer favorável do Ministério Público, a suspeita foi detida.

Em interrogatório, conforme informou a Polícia Civil, a mulher negou o crime e alegou que a criança teria caído de uma escada. Ela foi encaminhada à Penitenciária de Chapecó, onde fica à disposição da Justiça.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...