Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Agro
Expointer Digital 2020 deixa legado para próximas edições
Conforme a Fetag-RS, cerca de 2 mil carros passaram pelo drive-thru durante os nove dias.
Assessoria Gov/RS
por  Assessoria Gov/RS
04/10/2020 20:16 – atualizado há 1 minuto
Continua depois da publicidadePublicidade

Em uma edição especial que já marcou a história, a Expointer Digital 2020 encerra as atividades contabilizando 187 mil visualizações em seu site oficial, desde o início da feira até as 15h deste domingo (4/10). A plataforma de negócios Expointer Digital Máquinas Agrícolas, organizada pelo o Sindicato das Indústrias de Máquinas e Implementos Agrícolas do Rio Grande do Sul (Simers), contabiliza, desde 29 de agosto, mais 70 mil acessos de todo o Brasil e de 38 países.

“É uma certeza que vamos manter este formato híbrido para o próximo ano. As entidades promotoras tiveram um momento de superação para que esta edição acontecesse. Tenho certeza de que esta Expointer inovadora e histórica renderá muitos frutos para a agropecuária gaúcha”, afirmou o secretário da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Covatti Filho. “Teremos uma Expointer em dobro”, acrescentou, no próximo ano com a volta do público ao parque e a consolidação do formato digital.

Sem presença de público por conta da pandemia, programação no parque foi transmitida em quatro canais no site da Expointer - Foto: Fernando Dias / Seapdr

O secretário destaca, também, o sucesso do drive-thru da agricultura familiar. “Foi uma ideia nossa e que surpreendeu, deu muito resultado”, avalia. Conforme a Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul (Fetag-RS), cerca de 2 mil carros passaram pelo drive-thru durante os nove dias.

De Esteio para o mundo

O site da Expointer se tornou a plataforma de transmissão dos eventos realizados na feira, saindo dos limites de Esteio. Os quatro canais exibiram mais de 300 horas de conteúdo audiovisual, com transmissão ao vivo de 47 eventos, entre julgamentos, provas, seminários e lançamentos.

As provas e julgamentos tiveram 35 transmissões, que cobriram todas as etapas. Na agenda cultural, uma tradição da Expointer, foram 60 apresentações de artistas gaúchos.

O conteúdo de toda a transmissão ficará disponível em www.expointer.rs.gov.br para que o público possa rever quando quiser. Além disso, o secretário Covatti Filho iniciará tratativas para que os contatos das agroindústrias familiares fiquem permanentemente no site, facilitando a interação entre o público e produtores, estimulando mais vendas ao longo do ano.

Raças participantes também celebraram os 50 anos do Parque de Exposições Assis Brasil - Foto: Fernando Dias / Seapdr

Público aprovou formato

O Parque de Exposições Assis Brasil não teve movimento de pessoas pelas suas ruas, como costuma ser em cada edição da Expointer: as restrições impostas pela pandemia da Covid-19 não permitiram a entrada do público para as atividades dentro do parque. Ainda assim, um público fiel à feira conseguiu vivenciar, mesmo que remotamente, o clima da Expointer.

A empresária Cíntia Voges, de Novo Hamburgo, diz que não perde nenhuma edição da Expointer desde quando era bebê. “Costumamos ir em vários dias, pouquíssimas vezes não consegui ir”, conta. Neste ano diferentemente, Cíntia arranjou um jeito de poder participar, visitando o drive-thru da agricultura familiar de carro com a família.

Pavilhão da Agricultura Familiar teve forma inovadora de venda por meio de drive-thru: produtores e consumidores aprovaram - Foto: Fernando Dias / Seapdr

“Ficamos felizes que encontraram uma forma de a gente ter a experiência Expointer no ano, pois tudo mudou. Achamos ótimo que as famílias que vivem desse trabalho tiveram essa oportunidade”, pondera. A empresária aproveitou para renovar estoques de produtos da agricultura familiar em sua casa. “Compramos vários produtos: cuca, iogurte, iogurte de cabra, suco de uva e salame”, enumera.

Como Cíntia, a estudante de Agronomia Jenifer Ramos, de Viamão, também sempre frequentou a Expointer desde pequena, com a família ou os amigos da faculdade. Neste ano, se voltou para a plataforma digital da feira para poder acompanhar palestras, rodeios, julgamentos dos animais, a abertura e desfile dos grandes campeões. “Achei ótimo, foi uma boa forma de manter o evento, mesmo na situação que nos encontramos”, avalia.

Ovinos premiados em julgamentos de suas raças - Foto: Fernando Dias / Seapdr

Quem faz a Expointer

A Expointer é realizada pela Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), Federação Brasileira das Associações de Criadores de Animais de Raça (Febrac), Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul (Fetag), Federação da Agricultura do Estado (Farsul), prefeitura de Esteio, Organização das Cooperativas do Estado do RS (Ocergs) e Sindicato das Indústrias de Máquinas e Implementos Agrícolas no RS (Simers).

Quer receber notícias do AU pelo WhatsApp? Clique aqui

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...