Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Educação
Ufrgs estende por mais um mês a suspensão das atividades presenciais
O novo prazo, até 30 de setembro, mantém o atendimento de demandas de forma online e o ensino remoto para a graduação já iniciado no último dia 19.
Correio do Povo
por  Correio do Povo
25/08/2020 14:07 – atualizado há 21 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

Seguindo orientação do comitê responsável pelo Plano de Contingenciamento da Covid-19 no âmbito da Ufrgs, o Gabinete da Reitoria divulgou uma nova portaria de suspensão de atividades acadêmicas e administrativas presenciais por mais um mês. O novo prazo, até 30 de setembro, mantém o atendimento de demandas de forma online e o ensino remoto para a graduação já iniciado no último dia 19.

De acordo com a necessidade, o prazo de suspensão pode ser postergado novamente. E a retomada das atividades presenciais, quando for definida, será comunicada à comunidade universitária com antecedência mínima de 15 dias, por meio de portaria emitida pela Reitoria.

Divulgação

Modelo de retomada

O Gabinete da Reitoria também divulga o documento “Modelo de Retorno às Atividades Presenciais”, com orientações organizadas por Grupo de Trabalho responsável pela preparação dos condicionantes interno e externos e dos protocolos de prevenção, com vista à proposição de modelos para a volta de atividades presencias na Ufrgs quando for possível.

O documento final apresentado considera o modelo de Distanciamento Controlado no Rio Grande do Sul e a aplicação das premissas e dos protocolos globais na Universidade. A Universidade está localizada nas regiões de Saúde 9/10 (cidade de referência: Porto Alegre) e 4/5 (cidade de referência: Capão da Canoa). Desse modo, os indicativos de bandeiras preta, vermelha, laranja e amarela serão utilizados nos diversos espaços. O material também estabelece os protocolos de prevenção como: máscara, medição de temperatura, distanciamento entre pessoas, teto de ocupação, entre outros.

O modelo de retorno prevê ainda os cuidados no atendimento ao público, no afastamento em casos suspeitos e na higienização de espaços. Protocolos para casas de estudantes, bibliotecas, transportes e elevadores também são apresentados no material elaborado pelo GT responsável pela concepção das estratégias seguras para quando for possível a retomada de atividades presenciais no âmbito da Universidade.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...