Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Divulgação
Economia
RS recebe terceira parcela do auxílio federal no valor de R$ 552 milhões
Desse total, R$ 486,3 milhões são para uso livre para amenizar os impactos da arrecadação.
Secom/RS
por  Secom/RS
12/08/2020 11:58 – atualizado há 10 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

O Tesouro do Estado confirmou nesta quarta-feira (12/8) o recebimento da terceira parcela do auxílio emergencial do governo federal, no valor de R$ 552,1 milhões. Os recursos, oriundos da Lei Complementar 173 (LC 173/2020), foram divididos em quatro parcelas como suporte a Estados e municípios para aliviar os efeitos da Covid-19.

Anuncio foi feito pelo secretário da Fazenda, Marco Aurelio Cardoso.

Desse total, R$ 486,3 milhões são para uso livre para amenizar os impactos da arrecadação e outros R$ 65,8 milhões são para uso exclusivo em ações de saúde e assistência social para combater a pandemia.

“Os valores recebidos da União foram inferiores às perdas de receita do Rio Grande do Sul, mas essas parcelas auxiliaram muito o Estado na organização do fluxo de caixa nesse período atípico na economia gaúcha, assim como na nacional como um todo. São recursos direcionados para a saúde e para a manutenção de serviços essenciais à população”, afirmou o secretário da Fazenda, Marco Aurelio Cardoso.

Segundo dados da Secretaria Especial de Fazenda do Ministério da Economia, até junho, Estados das regiões Sul e Sudeste observaram a arrecadação cair mais que o suporte oferecido pelo governo federal.

Entre março e junho, considerando os efeitos da LC 173/2020, a União repassou aos Estados cerca de R$ 9,2 bilhões e suspendeu cerca de R$ 6,1 bilhões em pagamentos de dívidas de Estados e municípios com a União, situação que não beneficia o RS que já não paga a dívida desde 2017 por força de liminar.

As primeiras duas parcelas foram transferidas pelo Tesouro Nacional em 9 de junho e 13 de julho. A quarta e última parcela do auxílio está prevista para o dia 11 de setembro.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...