Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Divulgação
Cidade
Creral normaliza fornecimento de energia elétrica
Até a tarde desta sexta-feira, 3, cerca de 99% de sua rede já estava com a energia elétrica restaurada.
Assessoria
por  Assessoria
03/07/2020 20:26 – atualizado há 39 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

Desde a noite de terça-feira, 30, após a passagem do ciclone bomba pela região, as equipes da Creral estavam trabalhando para reestabelecer o fornecimento de energia elétrica nas localidades em que atua e que foram atingidas pelo fenômeno. Até a tarde desta sexta-feira, 3, cerca de 99% de sua rede já estava com a energia elétrica restaurada.

Os fortes ventos e o temporal que assolaram a região nesta semana causaram danos às redes de energia elétrica da cooperativa, foram 23 postes avariados, entre quebrados e derrubados, rompimento de diversos cabos e ramais de serviço, queda de eucaliptos nas redes.

De acordo com informações da área técnica da Creral, no primeiro dia após o ciclone, 100% da rede estava danificada sem fornecimento de energia, quando foram iniciados os trabalhos de reestabelecimento pelas equipes que atuam no campo, e no mesmo dia 50% já estava com a rede energizada. Já no segundo dia, 85% dos associados já estavam com a energia elétrica normalizada, e no terceiro dia estavam restauradas 99% das redes nas localidades atendidas pela cooperativa.

Buscando manter a agilidade no atendimento, foi dado prioridade para energizar as redes alimentadoras e transformadores, e após isso iniciou-se os atendimentos nos ramais de entrada rompidos que atendem as propriedades. Vale ressaltar que, mesmo com todo atendimento, algumas medidas foram paliativas, e nos próximos dias serão realizadas manutenções nas redes com o intuito de voltar ao padrão original.

O vice-presidente da Creral, Umberto Toazza, destacou a importância do empenho das equipes de campo e também dos associados que auxiliaram nos trabalhos de manutenção das redes. “Ninguém estava esperando por esse fenômeno, não temos como controlar a natureza, nossos funcionários trabalharam noite e dia, todas as equipes não mediram esforços para garantir o restabelecimento da energia elétrica aos nossos associados, certamente esse empenho foi essencial, assim como o auxílio dos associados, com máquinas e também nos informando pontos mais danificados, isso fez toda a diferença”, ressaltou Toazza.

Segundo o gerente técnico, Roberto Perin, os pontos que ainda estavam sem luz nesta sexta-feira, 3, era em razão de problemas com as redes da RGE, “nós acompanhamos durante o dia, tanto pela manhã como a tarde, os trabalhos nessas redes, então a expectativa era de que a energia fosse restabelecida na sexta à noite ou no sábado pela manhã”, conclui Perin.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...