Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Divulgação
Segurança
Polícia Civil indicia 13 pessoas por envolvimento em Fake News contra prefeito e outras pessoas em Concórdia
Treze restaram indiciadas pelos delitos de calúnia, difamação e injúria, todos na forma majorada.
AtualFM
por  AtualFM
01/07/2020 19:53 – atualizado há 14 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

A Polícia Civil de Concórdia, através do Setor de Investigações e Capturas da Delegacia de Polícia da Comarca (SIC), concluiu Inquérito Policial relativo ao compartilhamento de Fake News envolvendo o prefeito municipal de Concórdia, Rogério Pacheco, e outras pessoas como vítimas. O procedimento foi instaurado no mês de maio, diante do pedido das pessoas ofendidas e já foi remetido ao Poder Judiciário de Concórdia dentro do prazo legal.

A Polícia também está próxima de chegar ao criador da Fake News e algumas testemunhas estão sendo ouvidas. Diversas pessoas que compartilharam o conteúdo em redes sociais e aplicativos de mensagem foram identificadas e prestaram depoimento. Treze restaram indiciadas pelos delitos de calúnia, difamação e injúria, todos na forma majorada, pois foi praticado contra funcionário público e por meio que facilitou sua divulgação.

Este foi o primeiro caso de investigação sobre Fake News em Concórdia. O delegado Eduardo Boaretto, responsável pela investigação, ressaltou que todas as pessoas que compartilharam as inverdades contra os servidores públicos foram ouvidas e os responsáveis vão responder pelos crimes na Justiça.

No vídeo que gerou a investigação, a informação gravada diz que o prefeito teria superfaturado a obra e relaciona a sua amizade com empresários proprietários das empresas que venceram a concorrência pública.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...