Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cidade
Município entrega mais 1000 cestas básicas nesta quarta-feira em Erechim
O benefício é destinado às pessoas que declararam se enquadrar em alguns dos requisitos definidos pelo Conselho Municipal de Assistência Social (Comas)
Secom PME
por  Secom PME
27/05/2020 14:47 – atualizado há 3 dias
Continua depois da publicidadePublicidade


A Prefeitura de Erechim, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, está realizando nesta quarta-feira, dia 27, a entrega de mais 1000 cestas básicas para os cidadãos atingidos pelos efeitos econômicos causados pela pandemia da Covid-19.

O benefício é destinado às pessoas que declararam se enquadrar em alguns dos requisitos definidos pelo Conselho Municipal de Assistência Social (Comas): pessoas em situação de trabalho informal, idosos e pessoas com deficiência sem renda e famílias sem renda fixa cuja situação social se agravou em função da pandemia.

Divulgação

Do valor originalmente previsto para o orçamento da Câmara Municipal de Vereadores (R$ 500 mil), através da proposição dos 17 vereadores, se somaram ao orçamento do Poder Executivo, mais especificamente, ao Fundo Municipal de Assistência Social, para a aquisição das cestas básicas.

Divulgação

As entregas estão ocorrendo das 7h30 às 17h nos três CRAS do Município (Progresso, Presidente Vargas e Linho) e contam com o auxílio da Defesa Civil e Força Voluntária do Alto Uruguai. Na oportunidade, equipes da Secretaria Municipal de Saúde estão realizando a medição da temperatura dos cidadãos que forem até os locais, fazendo uma amostragem de cada bairro.

Divulgação

 “Pedimos tranquilidade para as famílias. Todas as pessoas que tiverem direito, continuarão recebendo as cestas dentro dos critérios previamente estabelecidos. Estamos sensíveis às circunstâncias que se apresentam cada vez mais intensas com o passar dos dias, por conta da pandemia, especialmente na vida de uma parcela de moradores da cidade, em bairros onde muitos realizam trabalhos informais e agora se veem sem recursos para pôr comida na mesa", ressalta a Secretária Linir Zanella .

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...