Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cidade
Portaria para ações de prevenção em lares para idosos será publicada até terça-feira
A portaria ainda irá prever a vinculação das ações nessas instituições às bandeiras (amarela, laranja, vermelha ou preta) do distanciamento social controlado.
Assessoria Gov/RS
por  Assessoria Gov/RS
04/05/2020 16:35 – atualizado há 27 dias
Continua depois da publicidadePublicidade

A Secretaria da Saúde (SES) prepara uma portaria para regular ações de prevenção e combate à Covid-19 nas Instituições de Longa Permanência de Idosos (ILPIs). O governador Eduardo Leite falou sobre a portaria na transmissão ao vivo nesta segunda-feira (4/5).

"No enfrentamento da doença, precisamos olhar para situações específicas, que merecem uma atenção especial, como é o caso dos lares de longa permanência de idosos", ressaltou Leite.

Gustavo Mansur/Palácio Piratini

A secretária da Saúde, Arita Bergamann, explica que, além dos residentes dessas instituições fazerem parte do grupo de risco para o vírus, os funcionários costumam trabalhar em mais de um local, aumentando a probabilidade de contágio nessa população.

No dia 30 de abril, a secretária Arita e diretores da SES conversaram com representantes do setor, incluindo sindicatos e proprietários de lares, para ouvir sugestões para a redação do documento, que deve ser publicado entre esta segunda (4/5) e terça-feira (5/5).

Assim como a portaria que define ações de prevenção nas indústrias, cada lar de idosos deverá ter seu próprio Plano de Contingência para combater possíveis surtos da doença em tempo oportuno e “acima de tudo, proteger vidas”, destacou a secretária.

Entre as decisões que constarão na nova portaria, está o afastamento imediato de funcionários com sintomas compatíveis com a Covid-19, inclusão desses profissionais no grupo de quem pode fazer os exames RT-PCR, de biologia molecular, para um diagnóstico mais rápido e preciso, além de medidas básicas de higiene e distanciamento social. Idosos sintomáticos e pessoas que com eles convivem também serão prioritárias para a realização dos testes.

A portaria ainda irá prever a vinculação das ações nessas instituições às bandeiras (amarela, laranja, vermelha ou preta) do distanciamento social controlado, anunciado pelo governador na semana passada.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...