Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Educação
Uergs lança vídeo com informações em Libras sobre o coronavírus
Municípios que não fazem parte das regiões de Porto Alegre ou de Caxias do Sul podem flexibilizar as medidas
Assessoria Gov/RS
por  Assessoria Gov/RS
15/04/2020 16:56 – atualizado há 41 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

Atento às necessidades da comunidade surda, que não dispõe de muitas informações sobre o coronavírus em formato adequado, o professor Alexandro Cagliari, da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs), resolveu criar um material em Libras com esclarecimentos e orientações sobre a pandemia causada pelo novo coronavírus. Com a colaboração da estudante do curso de Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia Viven Lopes, que é surda, e da filha e intérprete dela, Laura Lopes, foi elaborado um vídeo lançado na terça-feira (14/4).

“Fiquei surpreso com a carência de material em Libras tratando do assunto, embora tenhamos muitos surdos em nossa universidade e na sociedade em geral. Garantir acesso à informação a todos é fundamental em momentos críticos como o que estamos passando no momento”, enfatiza Cagliari.

Desde a elaboração do roteiro, a equipe buscou produzir um material que fosse realmente voltado à comunidade surda, e não uma adaptação de um conteúdo produzido para ouvintes. “Neste trabalho, buscamos dar destaque à informação em Libras. Não queríamos apenas um vídeo com um ouvinte apresentando com tradução simultânea em Libras. O foco foi a comunidade surda. Um vídeo feito por surdos e para surdos”, explica o professor.

A produção do vídeo envolveu outros professores e técnicos da unidade da Uergs em Santa Cruz do Sul, um estudante do curso de Engenharia de Computação da unidade em Guaíba e a equipe da Assessoria de Comunicação da universidade.

Viven e Laura já fazem parte de um projeto de extensão desenvolvido na Uergs em Santa Cruz do Sul com o objetivo de criar um glossário em Libras para o ensino de Biotecnologia. A ideia surgiu diante da dificuldade observada pela intérprete para traduzir termos científicos utilizados durante as aulas nessa área. “Esse foi o grande motivador para o início da parceria. Em breve esperamos também poder divulgar esse material destinado à comunidade surda brasileira”, anuncia Cagliari.

O vídeo está disponível no site da Uergs e no canal da universidade no YouTube.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...