Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Segurança
Em SC, presídios terão novo formato de contato entre os detentos e seus familiares
Portaria publicada nesta quarta-feira (8) criou um modelo de visita virtual através de ligações ou transmissões em vídeo com supervisão dos agentes prisionais.
NSCTotal
por  NSCTotal
09/04/2020 09:56 – atualizado há 56 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

A crise do coronavírus levou a secretaria de Administração Prisional e Socioeducativa (SAP) de Santa Catarina a prorrogar até a metade de maio a suspensão de visitas nas cadeias e centro para atendimento a adolescentes infratores do Estado. Ao mesmo tempo, foi criado um novo formato de contato entre os detentos e seus familiares. Portaria publicada nesta quarta-feira (8) criou um modelo de visita virtual através de ligações ou transmissões em vídeo com supervisão dos agentes prisionais. A prática será aplicada nos presídios e também no Centros de Atendimento Socioeducativo para adolescentes.

Visitas estão suspensas nos presídios de Santa Catarina por conta do coronavírus (Foto: Salmo Duarte / A Notícia)

A ideia da SAP é oferecer o contato sonoro e visual sem risco de contaminação. As visitas online ou por chamada telefônica terão duração máxima de 10 minutos, de acordo com a nova determinação da secretaria. Cada preso terá direito a um encontro por mês e as unidades serão responsáveis pelo contato com o familiar que já deve estar cadastro como visitante presencial. Para iniciar a conversa, o familiar precisa apresentar sua documentação para a câmera.

Segundo a portaria, a visita pode ser feita por ligação telefônica como viva voz, vídeo chamada por celular ou tablet, vídeo chamada pelo computador ou videoconferência. Durante a conversa, o contato pode ser interrompido pelo agente caso o visitante apresente sinais de alteração em razão de influência do álcool ou outra substância psicomotora, além de falar palavras de baixo calão ou praticar e fazer menção as condutas que possam ser enquadradas como crime. As chamadas devem ser feitas pelos aparelhos funcionais ou fixos das unidades prisionais.

Os agentes serão os responsáveis por fazer o contato e acompanhar a ligação. No caso das vídeo chamadas, elas devem ser feitas pelos aplicativos WhatsApp, Skype e Hangouts.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...