Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PM de SC/Divulgação
Segurança
Filho é preso em flagrante após mãe usar botão do pânico em Chapecó
O botão do pânico é um recurso do aplicativo PMSC Cidadão para prevenir a violência contra a mulher
ClicRDC
por  ClicRDC
27/03/2020 09:06 – atualizado há 3 dias
Continua depois da publicidadePublicidade

Um homem, de 33 anos, suspeito de descumprir medida protetiva a favor da mãe, de 74 anos, foi preso em flagrante na tarde de quinta-feira (26), no bairro Palmital, em Chapecó. A prisão do suspeito só foi possível, segundo a Polícia Militar (PM), porque a vítima acionou o botão do pânico – funcionalidade do aplicativo PMSC Cidadão que visa prevenir a violência contra a mulher.

De acordo com a PM, foi a primeira vez que a funcionalidade proporcionou uma prisão em flagrante em Chapecó. Os policiais informaram, ainda, que o homem é usuário de drogas e já cometeu violência doméstica e furtos.

Ainda conforme relato da polícia, o homem possuía medida protetiva de urgência contra a mãe. Ele não poderia se aproximar da vítima, mas descumpria a medida diariamente e fugia quando a mulher acionava o 190.

Há pouco mais de uma semana, a guarnição da Rede Catarina do 2º batalhão de Polícia Militar de Fronteira (2ºBPM/Fron) visitou a vítima e ativou o botão do pânico para ela recurso disponível apenas para vítimas com a medida protetiva. Na quarta-feira (25), segundo relato, o suspeito foi até a residência para extorquir a mãe – que usou o recurso, mas ele saiu rapidamente do local e não foi preso.

Já na quinta-feira, quando a vítima acionou o botão, uma ocorrência foi gerada de forma instantânea e os policiais foram até a residência.Ao perceber a aproximação policial, o homem fugiu pelos fundos do terreno, mas acabou detido por outra guarnição que estava em apoio.

Ao ser detido, ele ainda tentou mentir o nome e dizer que não era a pessoa procurada, mas foi rapidamente reconhecido pela mãe e uma irmã. O suspeito estava alterado, nervoso e falando palavras de baixo calão, conforme a PM. Mesmo tentado fugir, o local em que foi detido ficava na raio de proibição de aproximação da mãe.

Diante dos fato, ele foi detido por descumprir o mandado de prisão e encaminhado à Central de Plantão Policial.

O Botão de Pânico

“O botão do pânico serve exatamente para isso, para que a vítima de violência doméstica não precise ligar tendo que se esconder para fazer a ligação, não precisa se expor e também para que o autor não fuja antes da chegada dos policiais, proporcionando a prisão em flagrante.”, orienta o relatório da Polícia Militar.

Rede Catarina

A Rede Catarina de Chapecó acompanha atualmente 54 protegidas pelo programa, a guarnição, quando visita as vítimas, auxilia na instalação do aplicativo do PMSC Cidadão e na ativação do botão de pânico. Além disso, também realiza orientações por aplicativo de mensagem, ensinando o passo a passo e dando todo o apoio necessário no momento de fragilidade.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...