Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Divulgação
Inicia nesta segunda-feira (23) a Campanha de Vacinação contra a Gripe
Em Erechim, afim de evitar aglomerações e excesso de pacientes nas UBS, a vacinação para idosos, contra a Influenza, será em dois sábados, nos dias 28/03 e 04/04, no período da manhã.
Redação
por  Redação
23/03/2020 00:45 – atualizado há 1 hora
Continua depois da publicidadePublicidade

Antecipada em função da pandemia de coronavírus, inicia hoje (23) em todo o país a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. Nesta primeira fase, serão priorizados os idosos e profissionais da saúde, que estão mais vulneráveis à covid-19. Esta primeira fase da campanha vai até o dia 16 de abril.

A vacina da gripe não protege contra o coronavírus, apenas diminui o risco de infecção e complicações respiratórias causadas pelos vírus que estão na composição da vacina. Além disso, facilita o diagnóstico de possíveis casos de covid-19.

Em Erechim, conforme instrução normativa N.º 002/2020, publicada no dia 20 de março, afim de evitar aglomerações e excesso de pacientes nas Unidades Básicas de Saúde durante a campanha de vacinação contra a Influenza, e frente a pandemia de COVID19, as Unidades Básicas de Saúde funcionarão em dois sábados, nos dias 28/03 e 04/04, no período da manhã, para o fim específico de dispensar a vacinação à 1.º fase de estratégia e ao grupo prioritário (idosos com 60 anos e mais, e trabalhadores da saúde). Este fluxo será avaliado no decorrer das semanas.

Ainda conforme instrução normativa, nos demais dias da semana, durante o período de vacinação, as Unidades Básicas de Saúde permanecerão abertas no horário das 11h30min às 13h, exclusivamente para efetivação da vacinação da população, dispondo de equipe mínima para a realização das atividades.

Próximas etapas

A etapa seguinte da campanha terá início no dia 16 de abril, com o objetivo de vacinar doentes crônicos, professores (rede pública e privada) e profissionais das forças de segurança. A última fase, que começa no dia 9 de maio, dará prioridade a crianças de 6 meses a menores de 6 anos, pessoas com 55 a 59 anos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas com deficiência, povos indígenas, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade.

Até o momento, o Ministério da Saúde enviou aos estados 15 milhões de doses e mais 4 milhões serão distribuídas até o fimde março.

A vacina, composta por vírus inativado, é trivalente e protege contra os três vírus que mais circularam no Hemisfério Sul em 2019: Influenza A (H1N1), Influenza B e Influenza A (H3N2).

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE