Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Santa Catarina registra os dois primeiros casos confirmados da doença
Pacientes teriam contraído o vírus nos Estados Unidos e na Holanda.
NSCTotal
por  NSCTotal
12/03/2020 17:24 – atualizado há 8 dias
Continua depois da publicidadePublicidade

Santa Catarina teve os dois primeiros casos confirmados do novo coronavírus. A informação foi confirmada pelo secretário de Estado da Saúde de SC, Helton Zeferino, em entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira (12).

Primeiras confirmações foram divulgadas em entrevista coletiva(Foto: Mayara Vieira, NSC TV)

O primeiro caso é o de um homem de 34 anos que recebeu atendimento no Hospital Baía Sul, em Florianópolis. Ele voltou há 14 dias de viagem a Nova Iorque, nos Estados Unidos.

A segunda paciente que teve o novo coronavírus confirmado é uma mulher de 28 anos. Ela é natural de Florianópolis, mas mora na Holanda e veio visitar a família durante as férias em Florianópolis.

A paciente recebeu atendimento no posto de saúde do bairro Córrego Grande, também na Capital. Ela chegou ao Brasil no dia 23 de fevereiro e percebeu os primeiros sintomas no dia 8 de março.

Os dois pacientes não necessitaram de internação hospitalar e estão sendo monitorados, em isolamento domiciliar. A mulher está na casa de familiares em Florianópolis e o homem ainda não teve o local de isolamento confirmado.

Os contatos dessas duas pessoas também receberão orientações e serão monitorados para identificar se também apresentam algum sintoma.

Testes de coronavírus passam a ser feitos no Lacen de SC

As primeiras confirmações da doença Covid-19 em Santa Catarina fazem parte do primeiro grupo de exames feitos no Laboratório Central de Saúde Pública de SC (Lacen). Antes, as confirmações precisavam ser feitas em laboratórios do Rio de Janeiro e de São Paulo.

Com isso, o tempo para as confirmações ou descartes dos casos suspeitos deve diminuir para 24 ou 48 horas, informou o secretário.

— Esses pacientes que tiveram os dois casos confirmados vieram de regiões onde tínhamos a circulação do vírus. Apresentaram sintomas compatíveis com a doença. Foram feitas as coletas e foi repassada orientação de isolamento domiciliar. Uma vez que fizemos as testagens no nosso Lacen, tivemos esses dois casos positivos. Nada que nos indique a circulação local do vírus. São casos importados, de pessoas que estiveram no exterior ao retornar para Santa Catarina apresentaram os sintomas — reafirmou o secretário.

Secretário descarta restrição de circulação em SC

Como os dois casos são de pessoas que viajaram para o exterior, o secretário na coletiva desta quinta-feira afirmou que por enquanto não se deve pensar em restrições de circulação no Estado.

– Nesse momento em SC não temos nenhum indicativo para restrição de circulação de pessoas em nível social. O que temos é prospecção de cenários. Uma vez que esses cenários possam começar a ocorrer, aí sim vamos avaliar esse tipo de ação. Mas sempre lembrando que todos os países que fomentaram esse tipo de iniciativa tinham circulação local do vírus. Em SC hoje temos dois casos importados, não são de circulação local – alerta o secretário – frisou.

No relatório desta quinta-feira do Ministério da Saúde, os casos confirmados de SC ainda não foram incluídos, mas o Estado tem 67 casos suspeitos sendo monitorados. O Brasil tem 76 casos confirmados e 1,4 mil suspeitas.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE