Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Gincana de integração de calouros da URI arrecada sete toneladas de alimentos
Todo resultado foi destinado ao programa Mesa Brasil, do Serviço Social do Comércio (SESC) de Erechim, que atende 42 entidades assistenciais de Erechim e da região Alto Uruguai.
Assessoria URI
por  Assessoria URI
02/03/2020 15:23 – atualizado há 18 dias
Continua depois da publicidadePublicidade

A arrecadação de alimentos, que fez parte da gincana de integração com os calouros da URI Erechim, realizada na quinta-feira, 27, e sexta-feira, 28 de fevereiro, chegou a sete toneladas. Foram duas toneladas a mais do que foi arrecadado na integração realizada em fevereiro de 2019, fato que demonstrou a mobilização total dos novos acadêmicos da Universidade em prol das comunidades mais carentes de Erechim e região.

Gincana arrecadou sete toneladas de alimentos

A gincana se transformou, assim como vem ocorrendo nos últimos anos, no grande evento de recepção aos novos alunos que ingressaram em 21 cursos. A iniciativa teve como vencedor o Curso de Odontologia. Em segundo lugar, ficou o Curso de Medicina e em terceiro lugar o Curso de Enfermagem.

Todo resultado foi destinado ao programa Mesa Brasil, do Serviço Social do Comércio (SESC) de Erechim, que atende 42 entidades assistenciais de Erechim e da região Alto Uruguai. Os principais produtos arrecadados pelos calouros foram farinha de trigo, arroz, feijão e massas. Segundo o Mesa Brasil, os alimentos irão contribuir na regularização do estoque da entidade que distribui de 8 a 10 toneladas por mês de alimentos em vários municípios.

Além disso, os novos alunos da Universidade participaram de várias outras atividades de integração que foram coordenadas pelos acadêmicos de 2019 e por alguns diplomados que prestaram apoio ao programa desenvolvido no Salão de Eventos. A ação contou também com a eleição da Rainha dos Calouros, onde foi escolhida a nova aluna do Curso de Fisioterapia, Raylane Rodrigues.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE